12.12.05

Papéis invertidos... de vez em quando é booooom...

- Mãe, tô com fome! Que é que tem pra comer? (com a geladeira aberta)
- O que é que você quer?
- Sei lá... tô com fome.
- O café já está na mesa... tem pão, bolo, aimpim... (quase 8 da noite)
-Só?
- Tem miojo no armário... e molho de cachorro quente (quase sempre tem na minha casa).
- Que mais?
- O bolo de tapioca tá uma delícia... e tem suco e refrigerante na geladeira.
- Ah...
A essa altura eu já solto: - Você não tá com fome coisa nenhuma! Quem tá com fome mesmo não escolhe tanto!
- Acho que vou querer miojo... com salsicha. Você faz pra mim?

Acho que esse tipo de diálogo é ouvido em toda casa, afinal de contas, já diz o ditado... "só muda o endereço".

Mas hoje foi engraçado me pegar do outro lado da conversa! Foi exatamente assim... só que em vez de "mãe"... foi "filho"... E ele fez o miojo!!! Sei lá há quanto tempo não comia aquele macarrãozinho ridículo, com gosto de sei-lá-o-quê... e que criança/adolescente adora! Pois comi miojo com salsicha... preparados por meu filhote!
E gostei!

3 comentários:

J Lívio disse...

Engracado que a inves de le BOM eu li BUM, como uma explosao e fiquei tentando entender...e si ja viu, deu um no no juizo!! hehehe Mas entendo perfeitamente a historia de "nao tem nada pra comer". Acho que cada pai e mae tem uma "Natalia" como filha!!

georgia disse...

Tava lendo o seu blog, cada vez melhor.
Adorei essa história do miojo, pois pensei q esse tipo de loucura só dava em mim de comer aquele macarrão q tem o sabor de tudo só não sei até agora do quê e por aí afora.

Tá ficando cada vez melhor o q vc escreve.

Leandro disse...

É assim que se são criados os grandes chefes de cozinha.