27.12.05

"Serendipity"


O post de hoje é inspirado no meu "programão" de sábado à noite (na semana passada): ficar em casa, e assistir filme no "Supercine" da Vênus Platinada. Não estou reclamando, mesmo porque, tive um dia bem gostoso, praia, amigos, comida gostosa... Mas o fato é que assisti "Escrito nas Estrelas" (Buena Vista, EUA, 2002) e foi inevitável pensar no "acaso", "destino", "coincidência" e afins, enquanto Jonathan e Sarah se envolviam nas peripécias determinadas não por acaso, pelo roteirista do filme.


"Serendipity" é uma palavra explicada no filme como uma "feliz casualidade" ou uma "coincidência especial". Agradecendo ao meu amigo John, que me mandou o verbete de algum dicionário melhor que o meu Michaelis, "serendipity: the gift of being able to make delightful discoveries by pure accident."


Não consigo nem imaginar a vida sem as famosas "coincidências"... ou os "acasos"... ou como queiram chamar. Pra mim, "serendipity" deveria ser traduzido como "a mão de Deus, que empurra algo ou alguém em direção a outro alguém, na hora mais propícia, com um objetivo definido."


Qualquer um pode lembrar de algo que simplesmente não tem explicação, um encontro... ou desencontro, que mudou o rumo do que ia acontecendo. Comigo... ah, se deixar eu passo a vida falando, e convenhamos, eu falo demais! (Falando nisso... os posts estão saindo maiores do que eu gostaria, sorry... vou tentar diminuir. Mas quem sabe, o tempo que vocês gastam pra ler, não é exatamente o que dá o "timing" pra algo especial que está vindo...?)

Então, agora é a hora de vocês pensarem nos "serendipities" que já viveram... e sorrir (ou chorar) pensando no que poderia ter acontecido " se..."? Já estou fazendo meu exercício!


Ah, o problema de se confiar no "destino" é deixar de tomar decisões, ignorar o conselho de Vandré: "quem sabe faz a hora, não espera acontecer".

8 comentários:

J Lívio disse...

Ai ai ai...que seria da gente sem as nossas "Serendipities" da vida... Bom texto que deixa a gente a pensar nas Serendipities passadas e nas que estao por vir.

Bjo!

aninhavalenca disse...

"Serendipity",e por que não dizer as marcas que o famoso destino imprime em nós? O que seria dos grandes amores sem está magia do encontro, e as vezes dos desencontros que geram outros encontros. O que seria das grandes amizades se não fosse a natureza pura do acaso. O que seria de nossa amizade se não fosse um vôo programado em separado por ambas as partes, mas que resultou numa grande amizade, e novamente o reencontro se não fosse o acaso do orkut! Acredito que as pessoas estarão sempre no lugar certo, na hora certa, quando os seus corações estiverem abertos. As vezes é preciso entrar numa viagem sem comprar bilhete de volta. Entrar num país novo e rasgar o passaporte, sem se importar com a voltar, sem se incomodar com o futuro.Acredito ainda, que existe algo mágico que sempre nos leva ao lugar onde devemos estar, quando estamos abertos para nos deixar levar. Que sua vida, amiga seja repleta desta magia, a magia do encantamento, dos encontros e reencontros! Beijão.

rmfc disse...

hum eu nao acredito em coincidencias naum... acho que temos escolha sim, e tudo o que acontece é consequencia das nossas escolhas... rs acredite eu nunca assistí esse filme, mas fiquei curiosa ...

rmfc disse...

ah antes que eu me esqueça, quando falo piloto, estou falando de um protótipo de sistema de computação, esse termo é esquisito mesmo, mas tem o mesmo sentido que o seu piloto de algum programa social ;-)
Bjos

rmfc disse...

Bel, o que eu quiz dizer é que eu acho que tudo tem um motivo, por exemplo, teve um motivo por estarmos alí, no memso voo, teve uma razao de ser, só falta descobrirmos qual foi... eu tenho uma suspeita até deste caso, mas isso eu conto lá no meu blog, mto grande pra contar aki

Bjos

rmfc disse...

Bel,

Eu prefiro nao dizer o meu nome, é que no meu blog eu falo demais, me abro demais e tem coisas que nem todo mundo pode saber ou pelo menos nao pode saber que fui eu quem escreveu...

rmfc disse...

Bel kd vc?

haha concordo com o recado q vc deixou no blog do lê, você viu que ele fez denovo? só pra nos deixar mais curiosa! assim nao vale!
Bjos

Leandro disse...

Mesmo sabendo que você não liga pra isso, espero que 2006 seja uma espécie de serendipity pra você.

Muita saúde, o resto é resto.

Sobre a gente compartyilhar textos com a rmfc, adorei a idéia. Façamos textos escrito a quatro mãos e duas patas - as minhas são as patas.