18.3.06

Caderno de receitas, alguém me ajude!


Acho que todo mundo sabe que estou numa fase difícil da vida.
Calma, pessoas... É que minha filhinha, meu bebê, está indo morar fora! Passou no vestibular na Federal de Pernambuco, e... está feliz, realizando um sonho. Enquanto isso, na sala da justiça... a mãe fica aqui em cólicas, em prantos, em um redemoinho de sentimentos.

Mas nem foi pra falar de sentimentos que vim aqui, hoje. É coisa prática, mesmo. A criatura vai morar sozinha, e com a mãe que tem, não sabe fazer quase nada na cozinha. Rola um miojo básico, pipoca de microônibus, pizza pronta congelada, suco nem sempre 100%... e, mais recentemente, café. Ah, teve uma tal vitamina de abacate, que precisou ser ensinada essa semana.

Então... prometi que iria fazer um caderninho de receitas, tal qual recebi da minha tia Nita (uma cozinheira perrrrrfeita!) quando casei, há longínquos quase 20 anos. O caderno dela foi bastante usado em 1986, mas não muito usado depois de 1988, quando comecei a desenvolver a habilidade de ter secretárias do lar. Então, o caderninho continua aqui, firme e forte.

Vou copiar algo do tal caderno, mas queria a ajuda de vocês, com receitinhas simples e fáceis de fazer, de preferência gostosas e baratas. Já sei o que vão me dizer: "procura no site da Ana Maria Braga", e coisas semelhantes. Vou lá, sim, mas achei que seria interessante ter algo vindo especialmente de vocês. Será que ainda existe, no meu círculo de amigos virtuais, alguém que saiba cozinhar? Se tiver... se apresente!

Ah, ia esquecendo... ela está exigindo que seja escrito à mão. Pode? Eu nem sei se tenho letra, mais... desde que acabaram as matérias teóricas na facul, que não sei o que é escrever com caneta. Minha letra deve estar um horror... ai ai ai...



Update... 19/03

Então tá... já comecei! Mas tá uma coisa de louco, a letra!
As "Especialidades" estão andando. Já saíram as da mamãe e ainda espero as de vocês!

3 comentários:

Virgínia disse...

Belzinha, se a Line já souber o básico tipo: arroz, feijão, saladas, etc; é hora de ensinar a fazer carnes, que tal um rocambole básico de carne moída? Basta temperar a carne moída(ou frango) a gosto (eu prefiro bater todos os temperos no liquidificador), espalhar como massa de bolo sobre um papel plástico, aí recheia com o que quiser, depois enrola como rocambole(usando o plástico) Pode Congelar. Para assar, coloque sobre um papel alumínio untado com azeite, enrole, coloque numa forma e asse em forno médio. O tempo vai depender do tamanho do rocambole. Bjs. Vi

Virgínia disse...

Completando a receita anterior, esqueci de dizer que antes de espalhar a carne, distruibuo fatias finas de bacon sobre o papel plástico antes de esparramar a carne. Depois de assado, o bacon fica crocante, divinooooo

Bel disse...

Valeu, Vi, ela adora bacon... vai gostar dessa sugestão!
Beijão!!!