9.4.06

Pra não dizer que não dei notícias

Sei que ninguém está esperando nada por aqui... é capaz de nem aparecerem no pedaço, mas... contrariando as expectativas, a conexão aqui na chácara até que aconteceu, no final de semana. Sabem como é, discada... lenta... e ainda prende a linha telefônica... fica difícil de verdade, mas como deu sopa... tô aproveitando.

Esses dias estão sendo bem diferentes do que imaginei. Havia esquecido dos sobrinhos, gêmeos, de 2 meses, que estão nos hospedando! Assim... tempo livre? Que tempo livre???? Haja braço! Mateus e Felipe ocupam cada segundo! Volte a sentir o cheirinho gostoso de neném, e o cheirinho não tão gostoso da produção dos nenéns! É incrível como eles não dão descanso... ainda bem que tem muita gente pra revezar!

Os dias estão sendo diferentes também porque tá chovendo... porque esvaziaram a piscina... e porque só tinha me planejado de estar na cidade, não na chácara dos sogros em Aldeia. A chácara é linda, agradável... mas eu não sou muito de mato, não. sou urbana com gosto!

Mas uma coisa, pelo menos, já está adiantada. O apê da menina está quase definido, vamos conhecer amanhã. Se der certo mesmo - e esperamos que dê - vai ser na Av. Conde da Boa Vista, bem no centro da cidade, pertinho de tudo e no último andar - é a sina! - do Edifício Itapoã. (É, ela vai poder passar a tarde em Itapoã, ao sol que arde - e como! - em Itapoã, mas não vai dar pra ouvir o mar. Falar de amor... quem sabe?) Ela vai morar com mais 4 meninas, só conheci uma, mas é filha de amigos nossos... além de esperar que dê certo, confiamos em Deus. E isso é o que conta, né?

Amanhã vamos cedinho pra cidade, ver o apartamento e comprar o que for necessário... e começar a resolver a parte burocrática da vida por aqui. Na terça temos a entrevista no consulado americano... a viagem que seria pra agora definitivamente vai ficar pra outra hora, nada definido ainda. Mas não dá pra protelar mais a tal entrevista. Vão torcendo aí pra não nos acharem com cara de árabes...

Por agora, é só... não tenho foto pra colocar até que tem câmeras por aqui,mas sabe como é a sensação de não querer registrar esse tipo de momento? Tô assim. Deixa pra lá.

(Meu coração tá apertadinho, e apesar do alívio de ter resolvido esse pedaço da questão... ainda fico meio que angustiada, presa, sei lá... me sentindo sozinha... sei que os amigos estão todos "comigo", mas.. de fato, aqui, tô sozinha mesmo. )


Nenhum comentário: