25.4.06

VOTAÇÃO RÁPIDA!!!!!

Tarefinha básica para vocês...
Vou fazer um "vídeo-minuto" com um colega, na disciplina "Oficina de Vídeo". Resolvemos fazer um "vídeo-poema", e estamos em dúvida entre essas três canções. Dá pra vocês opinarem e dizer que tipo de imagens "vêem" ao ler esses textos?
TKS, people!

1. A mais bonita
Chico Buarque/1989
Para peça Suburbano coração, de Naum Alves de Souza
Não, solidão, hoje não quero me retocar
Nesse salão de tristeza onde as outras penteiam mágoas
Deixo que as águas invadam meu rosto
Gosto de me ver chorar
Finjo que estão me vendo
Eu preciso me mostrar
Bonita
Pra que os olhos do meu bem
Não olhem mais ninguém

Quando eu me revelar
Da forma mais bonita
Pra saber como levar
Todos os desejos que ele tem
Ao me ver passar
Bonita
Hoje eu arrasei
Na casa de espelhos
Espalho os meus rostos
E finjo que finjo que finjo
Que não sei
2. Canção dos olhos
Chico Buarque/1959
Meu Deus, o que será que tem
Nesses olhos teus
O que será que tem
Pra me seduzir
Pra me escravizar
Não sei
E não saberei também
Como resistir
A seu modo de amar

Eu só estou sabendo
Que para te amar
Eu viverei sofrendo
Mas já não resiste
O coração
Quero viver triste
E então

E quando eu tiver os meus olhos chorando
Saberei então
Seu olhar
Ilusão
3. A moça do sonho
Edu Lobo/Chico Buarque - 2001
Para o musical Cambaio, de Adriana e João Falcão
Súbito me encantou
A moça em contraluz
Arrisquei perguntar: quem és?
Mas fraquejou a voz
Sem jeito eu lhe pegava as mãos
Como quem desatasse um nó
Soprei seu rosto sem pensar
E o rosto se desfez em pó

Por encanto voltou
Cantando a meia voz
Súbito perguntei: quem és?
Mas oscilou a luz
Fugia devagar de mim
E quando a segurei, gemeu
O seu vestido se partiu
E o rosto já não era o seu

Há de haver algum lugar
Um confuso casarão
Onde os sonhos serão reais
E a vida não
Por ali reinaria meu bem
Com seus risos, seus ais, sua tez
E uma cama onde à noite
Sonhasse comigo

Nenhum comentário: