22.6.06

4 x 1 no Japão!!!

O jogo de hoje valeu, né? Confesso que não estava com muita esperança, mas quando vi os reservas entrarem em campo... me animei. Mas aí... gol do Japão. Fiquei parada... estatelada, sem ação. Juro que não esperava, justo no dia em que eles estavam jogando melhor... só não acertavam o gol. Quando o Fenômeno (não posso mais chamar de baleia... hahahaha) fez o primeiro gol, foi bom demais! Juntou a alegria de não estar mais perdendo, com a sensação de que ele finalmente desencantou... Ah, foi bom!

Ainda não estou completamente boa, a garganta ainda dói... e do jeito que gritei na hora dos gols... gente, tô acabada! Mas foi por uma boa causa, aliás uma ótima causa!!! E além de gritar, ri muito. Assisti o jogo com uma galera da UESC, na verdade, fui pra casa de Flávia, e lá estavam as outras meninas que moram com ela, os namorados, e mais alguns colegas deles. Olha, eu nunca vi tanta mulher que entende de futebol junta! Na verdade, nunca vi mulher entender tanto de futebol. Elas falavam e falavam e eu ria... ria da minha absoluta ignorância no assunto, ria das piadinhas inteligentes (e que eu não lembro de nenhuma, pra variar), ria das disputas entre as preferências (claro que Kaká era o queridinho das meninas e a opinião masculina se dividia entre vários outros).

No início, o comentário era: "Esse jogo tá vendido... Ronaldinho Gaúcho tá com a corda no pescoço, tem cigano na porta dele gritando: 'Gajão!!! Quero meu dinheiro!' Quem recebeu cheque dele? O cheque vai voltar... Tem agiota pressionando... eles se venderam!" Eu ria demais! E depois do gol: "Ronaldo, vai ganhar 2 Big Macs no final do jogo!" - foi o que Parreira disse pra ele! Terminou o jogo e a recompensa de Ronaldo já estava em 4 Big Macs, e a coca não precisa ser light!

Bem, amendoim, bolo de milho, bolo de laranja com gelatina em cima, salgadinhos... nada disso teve um gosto tão bom quanto o de uma vitória bonita, folgada, com gosto de vingança contra o destino que parecia conspirar contra nossa seleção. Respirei aliviada. Perder é ruim. Mas perder pro Japão... e logo na primeira fase? Não dá, né? Pelo menos nossa goleada foi limpa, contra um time motivado e que jogou bem, não foi como a da Argentina, que bateu forte num time já fragilizado e sofrido, absolutamente desinteressado de jogar. Apesar de hoje não ter tido culto... acho que as orações em casa mesmo valeram!

Tentei mil vezes colocar umas fotos aqui, mas definitivamente Mr. Blogger desistiu de me ajudar, aliás, resolveu me atrapalhar mesmo. Aí fiz um slide show, mas o link não entra aqui nem chorando. Então... vou ver que jeito dou!

Nenhum comentário: