6.6.06

Quase dia dos namorados

Chega de posts diarinhos, chega de ficar contando detalhes dos meus dias nem sempre tão interessantes! Se fosse falar de hoje, não sairia do trajeto cama-mesa-pc-banheiro. Aí ninguém aguenta, né?

Pois então... lembrada diariamente pela Jady, que insiste em dizer com requintes de crueldade e links interessantézimos, o tal Dia dos Namorados está chegando. Próxima segunda-feira. E o mundo comercial se mobiliza em torno desta data!!!

Talvez seja por conta da minha atual situação, "sem namorado", depois de mais-de-não-sei-quantos-anos "com", (mas quem me conhece sabe que não dou muito valor às datas fabricadas pelo comércio), estou que não aguento ver promoções acerca de presentes.

Por que será que não vejo nada passional, emocional ou romântico, mesmo? Por que é tão incomum ver pessoas que ficam juntas simplesmente parar pra ler poemas, ouvir música (adorei a IPOD dance de alguém que vi num blog desses e não encontrei mais - se alguém souber, me manda o link, please. Acho que é amiga da Jady...), ou simplesmente curtir a presença um do outro?

Outro dia li um texto do Alexandre Inagaki sobre o Charlie Brown e a garotinha ruiva. Viajei legal... mas é isso, o amor inatingível, inalcançável deixa a vida com mais gosto! Mas quando passa a ser real... as coisas passam a ser consideradas de outra forma, a tal vida real muda nossa visão romântica.

Tá bom, não sou um bom referêncial para os festejos do dia 12, mas seria bom se algo acontecesse e me fizesse voltar a acreditar nas coisinhas bobas do coração...

Update: A IPOD Dance é da Cláudia, vejam post do dia 02 de junho. (TKS, Jadoca!)

Um comentário:

Jady disse...

Você tá falando da Clau...
http://claudiabeatriz.blogspot.com/

beijo