2.8.06

Apenas mais um...

Vim trazer os exames pro endócrino olhar. Já sabia o que ele ia dizer, mas não custava ouvir "ao vivo". E era aquilo mesmo. Aumentar a dose da levotiroxina, e tentar os exercícios físicos pra diminuir as taxas que já estão, realmente melhores que a última consulta. (eu não estava com saudade disso.) Ouvindo Chris De Burg na estrada pra Itabuna, enquanto corria desesperada pra chegar no consultório antes de 8:30h. (I’ve been missing You, more than words can say...) Era a mais pura verdade. Tá bom, post direcionado de novo.

Desde a estrada, talvez embalada pelas músicas, (ô série de lascar... Here for You, Borderline, Missing You, Carry me like a fire in your heart...) mas voltei no tempo, nêga, quando você estava aqui, e era minha companhia constante.

Passei pela Estação da Pizza (fechada, lógico) e lembrei de nossa pizza de palmito com catupiry enquanto eles comiam a Siciliana, e depois dividíamos a pizza doce... as brincadeiras nos espelhos e as carinhas desenhadas com catchup e maionese no prato, que eu adorava fotografar.

Passei pelo Day HORC, e lembrei que foi lá que você começou a gostar de café... e que se queimava todas as vezes! Lembrei de quando foi experimentar as lentes pela primeira vez... e da agonia que era dilatar a pupila da família toda.

Passei pela pracinha onde ficava a mulher barbada... que nem sempre Kiko conseguia ver. (Ela não está mais lá...)

Passei na Revele pra imprimir umas fotos...e pra variar esqueci de buscar!

Passei pelo ônibus de sorvete (hoje é quarta...) e lembrei que sempre uma de nós duas caía quando entrávamos ou saíamos do dito cujo!

Passei pela entrada da Clave de Sol, e lembrei quantas vezes vim lhe trazer vendo seus olhos brilharem de felicidade só de pensar nas aulas de flauta... e que você nunca faltou uma aula sequer, mesmo na época em que eu já não podia mais lhe trazer por conta da minha faculdade, e o sacrifício que era pra você ir de ônibus, andar aquele pedaço todo...

Passei no Jin jin pra almoçar com Polly... e lembrei que comida chinesa é a nossa preferida... Lembrei de quantas vezes nos frustramos por não ter bifun, (hoje não tinha) e daquele dia no restaurante no centro, que o velhinho china fez o macarrão igual miojo!

Vim tomando sol forte no ombro (blusa de alcinha) e lembrei quantas vezes eu disse: "tenho que aprender a passar protetor solar quando sair , mesmo que não seja pra praia"... e que em todas você respondia: "Você diz isso todo dia, e nunca lembra!"

O dia hoje era mesmo pra acender minha saudade. Fazer o que? Eu gostei. Gostei de lembrar de tanta coisa boa... E quando estiver voltando pra casa, à noitinha (ainda estou na UESC) vou sentir você dormindo ao meu lado. Isso eu nunca aceitei: eu sempre voltava sozinha!

Obrigada, filha, por ter estado comigo hoje. Meus olhos estão molhados... E esse post é apenas mais um... de saudade.

Nenhum comentário: