30.9.06

A Saga

Contar a história de uma família não é algo simples ou fácil. Tenho sentido isso de perto. Há alguns meses (ou pouco mais de um ano, não sei ao certo), minha prima Marta resolveu que ia pesquisar as origens dos Guerra, e registrar num livro o máximo que conseguisse. Abracei a causa, e embora nem tenha lido o produto final, sei que contribuí com alguma coisa. Saímos juntas pra colher depoimentos das tias, (seguindo o "método da história oral", como aprendi no meu projeto Memória do Rádio Grapiúna hehehe) fotografei, digitalizei fotografias... e finalmente durante esta semana produzi um DVD com 5 clipes de fotos: O Casal, As meninas, Guerreiros, O amor é lindo e Vando - não o cantor, mas o aniversariante de hoje. Ah, pro niver do tio (70 anos!) também gravei depoimentos das irmãs, filhos, neto e da esposa, tipo "arquivo confidencial", que será exibido na hora da festa.

Mas não é bem dessa saga que quero falar. Essa, Marta já contou. A frase mais dita desta semana foi: "tá no livro!" A saga à qual me refiro foi a nossa, de hoje pela manhã. A listinha de tarefas estava razoável, e parecia que ia dar tudo certo, rápido, "tranquilo". Comprar as mídias pra fazer as 10 cópias do DVD, pegar os livros que estavam sendo encadernados e gravar as mensagens de tia Nolinha e dos 3 filhos pra o vídeo. Ah, lembrei depois: A apresentação em ppt com a leitura bíblica e os cânticos da celebração, na festa. (Pouca coisa pra mim... eu ainda acho que sou dez. E devo ser. Dez... miolada, dez... orientada, dez... compensada, dez... trambelhada...)

Esperei Marta chegar, e gravei um teste em VCD. Quando assistimos... primeiro erro: a trilha do clipe dos avós... saiu errada, nem tenho condições de explicar o que aconteceu, embora saiba exatamente o que foi. Blargh! Tudo bem, acrescenta-se mais um ítem à lista: pegar o CD com a música certa na casa de tia Madalena. E vamos nós.

Achar lugar pra estacionar no centro... milagre! Uma vaga bem defronte à gráfica. Mas como Murphy me ama... os livros não estavam prontos. Comprar as mídias - OK. Depoimentos. Valdelhinho... nos deixou cozinhando em banho-maria quase uma hora no escritório da loja, (atende telefone, despacha um cliente, atende alguém importante, outro telefone, bebe água...) mas gravou. Uns 45 segundos. Beleza. Marcos. Outra loja. No meio do caminho... carreata de "Cacá Colchões" (vê lá se eu vou votar em um colchão!!!) Larga o carro looonge, e atravessa a Central de Abastecimento (feira - argh!) a pé. Menos mal.. Luz demais, - quase meio-dia, ele branco demais... anyway, é assim que tem de ser. Done. Mais propaganda política. Vote na Mamãe aqui. Eu mereço. A cabeça doía, não sei se de fome, sede, sono, falta de cafeína ou tudo junto. Pegar os livros - de novo. Ufa! Perdi a oportunidade de fazer a foto de Marta trazendo triunfalmente o pacote com sua cria. (Câmera com baterias descarregadas. Eu mereço de novo.) Coca pra mim e cerveja pra ela na Av. 2 de julho, perto do mar. Até ligarem um som potentíssimo tocando algo acerca do badalo do negão que nos fez entornar o que restava e sair correndo dali. Não tenho dúvidas de que mereço. Devo ter grudado chiclete...

Bem, faltando mais da metade das coisas da listinha inicial (3 depoimentos, corrigir o clipe, e fazer todas as gravações), paramos pra almoçar na casa de tia Madalena. Não tenho fotos... mas o almocinho básico tinha: Moqueca de peixe, camarão pistola (enooormes!), catado de aratu e salada de bacalhau (pula essa parte!). Pronto. Tô em casa... esperando renderizar os vídeos (se você não sabe o que ignifica renderizar... nem adianta procurar no pai dos burros. É coisa de edição, nem eu mesmo sei o que é. :p) dos clipes, e escrevendo aqui.

A cabeça ainda dói, Dorflex pra dentro, mas o que preciso mesmo é de um banho e um soninho. Não vai dar, por agora... vou ver primeiro quanto tempo vai levar pra gravar cada DVD e ver se vai dar pra realmente fazer as 10 cópias. Se não, sai a de Tio Vando, presente nosso, e a de tia Jú, que volta pra Conquista amanhã cedo. E eu queria dormir.

A Saga ainda não terminou... tá mais pra "Irmãos Coragem"... ou "Primas, Coragem!" Certamente depois da festa terei muito o que dizer. Como a "turma" toda é Guerra, significa que TODOS já infartaram, duas já fizeram cirurgia cardíaca, e temos que tomar cuidado com as emoções das crianças. Assim, já coloquei minha santa mãezinha pra assistir os clipes aqui em casa, pra ver se não se emociona demais na hora. Sei que os micos com as fotos antigas vão ser daqueles com certificado do IBAMA e as gargalhadas não serão poucas. Só esqueci de um pequeno detalhe... o que vou vestir? Hahahaha... Essa sou eu. Veremos... (vocês verão fotos, prometo).

Nenhum comentário: