13.1.07

"Estou voltando pra casa... de vez!"

É, mais uma vez estou voltando pra casa. Quase uma semana de coisas não desejadas mas necessárias, coisas não planejadas mas realizadas, e coisas que pareciam possíveis só num desejo remoto, acontecidas.

Quase uma semana de dias intensos e muita correria no centro da cidade e de noites largadas no sofá, vendo DVD, jogando "quadrado", batendo papo filosófico sem noção ou simplesmente apagando cedo. (Cedo = 8 da noite)

Quase uma semana de comida boa e companhia melhor ainda. Quase uma semana de abraços e apertos tipo Felícia nela, e uns poucos beijos nele... que me trocou pelos jogos no pc ou pela piscina.

Quase uma semana na casa de gente boa, ou melhor, de gente muito melhor do que eu já sabia... de conversas non sense e de questões como: o que colocaram nessa limonada, já que tá todo mundo falando besteira???? Quase uma semana desalojando Vanessa, e vendo o carinho dos irmãos entre si... ah, juro pra vocês que deu inveja de ver Victor e Vanessa trocando carinhos, atenção, e "amabilidades", ou cuidando de Priscila... Se defendendo ou se acusando, mas sempre mostrando um amor e uma ligação que ultrapassa a percepção sensorial do visto-ouvido. Queria que os meus dois fossem unidos assim. (Ops! Melhoro a frase: Espero que os meus dois ainda sejam unidos assim.)

Dias de muuuuito calor, vários banhos frios (que nunca poderiam ser gelados, porque a água não consegue ser completamente fria), dias de pensar em coisa séria e de relaxar falando besteira.

Dias de assistir filmes no DVD - e não chegar ao final kkkk - de desejar ir ao cinema e não estar passando NADA assistível - dá pra acreditar? - de caminhar demais e sentir que as pernas não obedecem. De passar por lugares onde passei mil vezes... e de passar por lugares novos dessa cidade que é tão minha.

Dias de conhecer o apartamento dela e me assustar com a distância. Mas dias também de pensar: ela cresceu... e precisa - e pode - se virar sozinha em muitas coisas. Mesmo que insista em pedir um ursinho asmático.

Mas esses dias acabaram. E a partir de segunda começam outros dias. Dias de cuidar da vida, resolver problemas e olhar pra frente. Dias ainda de calor - grazzie Dio! - e dias de pegar - finalmente - uma prainha. Dias de esperar amigos queridos que vou rever depois de um longo e tenebroso inverno (literalmente) e de esperar a outra preá que vou conhecer ao vivo, mas parece que já conheço há tanto tempo.

Dias de enfrentar um novo semestre de aulas - mas repetir pra mim mesma olhando meu caderno: NO STRESS!!!

É isso. Estou voltando pra casa. Sei que as lágrimas vão chegar, não me iludo. Mas sei também que foi bom, muuuuito bom poder estar aqui esses dias e amarrar pontinhas de linha que estavam soltas e podiam deixar a costura toda desmanchar.

Nenhum comentário: