29.4.07

A lua e eu

Lua cheia, em Itabuna, fevereiro, 2007

Sei que é clichê dizer que a mulher tem fases como a lua, mas não encontrei algo que caiba mais a ser dito agora. "Fases de andar escondida... fases de vir para a rua" (Cecília Meirelles) E o pior é que nem a lua nem as mulheres governam suas fases. E já que não podem negá-las, choram pelas nuvens que façam às vezes de cortina, e lhes escondam, ainda que estejam belíssimas. Se as minhas fases regulam com as da lua? Não sei. Se duram como as dela? Também não faço idéia. Mas são semelhantes, sim.

Cheia, plena (
plenilunio, como se diz en español), resplandecente e próxima do mar, dos olhares e dos homens. Pronta para se mostrar, cônscia do que é, e do que pode oferecer.

Quando cansa de tudo isso (ou se desgasta, sei lá...) ela míngua. Se esconde, deixando aparecer só um fiozinho de claridade refletida do sol que teima em tocá-la... virada pra esquerda, o hemisfério dos sentimentos e da criatividade. É nessa hora de pseudo-tristeza que ela produz muito. Que chora, mas suas lágrimas são como diamantes, puras e caras.

Mas não fica assim pra sempre. Se renova. Cresce, meio que disforme, absorvendo uma luz indireta, e se mostrando bela, apesar de não completa. Repensa as decisões, toma novas e se abre pra receber novas propostas... que a tornarão...

Crescente. Virada agora pra direita, racional e pensante, diz ao sol o que é exatamente que pode ser mostrado. O que vale à pena, o que deve ser descartado, e nesse crescimento, se prepara para ser plena novamente. ("
Mente quem diz que a lua é velha...")


Canto Lunar

Minha lua, navega serena

Vai de Ipanema ao céu do Irã

Para ela, a moda não é tudo

A guerra não duvida o dia de amanhã

Minha lua, corre apaixonada

E a passarada segue o seu corcel

Ó lua, ó nua rainha

Ó a lua é minha, é de quem quiser

Oh a lua, a lua é das princesas,

E com mais certeza será dos garis

Dos cantores, dos trabalhadores

Será dos atores quando a noite cair

Oh a lua é da cidade

Da humanidade e de quem quiser... (Denise Emmer)


Nenhum comentário: