27.4.07

Sexta de Pagamento

A idéia surgiu depois de um papo com a Márcia. Eu não a conheço pessoalmente, e ao que me consta, somos muuuito diferentes em vários aspectos, e eu, no meu jeito "moleca" de ser, fico imaginando enchê-la de beijos e abraços (que ela não gosta), levá-la á praia, e tirar muitas fotos, apresentá-la às comidas baianas cheias de coentro (que ela chama de "cosaio")... só pra tirá-la da linha, já que é toda certinha e organizada.

Quando perguntei "Como VOCÊS acham que EU sou?", estava me referindo mais àqueles que não me conhecem de perto, porque já sabendo de tudo (ou quase) é covardia, né? Mas, enfim, mesmo os "mais de perto" podem ter errado em alguma coisa... ou me surpreenderam com suas "visões de mim".


Vou começar, então, pelos que atendem aos requisitos básicos da "pesquisa".

Hum, Belzita, não sei se a impressão q eu tenho condiz,mas vejamos: Vc me parece ser dedicada ao q faz, mãe coruja, super criativa, simples mas muito requintada para os gostos em geral, daquelas pessoas fáceis de se gostar q se dá mas tbm exige doação...

sra.rosa

Yes! Acho que a Rosa acertou em tudo, com uma ressalva para a "requintada para os gostos em geral". Requintada? Ah, acho que eu gosto de coisas "boas", mas como nunca tenho dindin pra realizar os gostos, vou ficando no "simples", mesmo. E, sim, eu me dou. E espero doação. Talvez isso seja um defeito, mas é realidade. ;)


Bel, vc é: saracoteadora, alegre, sorridente, curiosa, antenada, inteligente, ciumenta, aberta, tagarela, criativa, gosta de receber atenção e de aparecer, muito tomadora de coca-cola e comedora de porcaria, meio "devagar" com contas e números, mais emocional do que racional.

Márcia


Kkkkkkkkkk "Saracoteadora" foi ótimo! Mas eu entendi. Inquieta, gosto de andar, de sair, de passear. Isso mesmo! Ciumenta? Nam... Acho que ciúme é insegurança, e eu sei bem o lugar que ocupo nos corações. Tenho até raiva de amiga (o) ciumento de mim, e vou "me saindo" destes, porque não suporto me sentir sufocada. Então, não sufoco os outros (ou tento). Sim, gosto de receber atenção. Atenção = cuidado, carinho. Mas "aparecer"???? Sei não... eu já apareci demais, nos palcos da vida, na época da música... e quando era pra cantar ou reger, eu tava numa boa, mas pra falar... ficava meio travada. Mas não nego que, por falar muito, rir muito, e ser assim, digamos um tanto espalhafatosa e desastrada, termino chamando à atenção e aparecendo. No mais... é por aí. Ah, completamente devagar com contas e números, e não somente "meio".


Difícil... pode parecer incompleto. Pois te conheço em partes... tipo Jack o estripador... hahaha Mas eu vejo de cara a simpatia, a abertura. Como dizem por aqui: Vc é "dada"= aberta, disponível. Um tanto exigente consigo mesma, vive dizendo que é DDA... hahaha... às vezes parece meio desculpa, ou explicação... Na boa nunca liguei prá isso... prá mim vc é Bel.

Dani F


Acertou, colega. Em tudo. Só que o DDA é mesmo uma explicação. Explicação que descobri tarde, depois dos 40, pra muita coisa que me incomodou durante todas essas décadas. E creio que se quem convive comigo estiver consciente disso, pode me "enxergar" melhor!


AMIGA, de ponta a cabeça, tem uma sinceridade criança, às vezes ingênua, lutadora por seus sonhos, uma Super Mãe, carinhosa. Sabe respeitar a opinião das pessoas. A melhor fotógrafa que já conheci, é inquieta por coisas novas, adora ler e escrever, adora coca cola de vidro e gelada, não dispensa um cineminha.

Às vezes carente. Muito romântica, está a espera de algo ou alguém bem especial na sua vida. Alguém que a valorize como mulher e acima de tudo que a ame e a respeite. Às vezes tem medo de enfrentar a realidade que vive, medo de tentar determinadas coisas. Mas o mais importante: Sua Vida está depositada e confiada em sua FÉ em DEUS, no AUTOR da sua vida, aquEle que lhe deu a VIDA ETERNA.

Agora aqui o seu lado negativo:

Muito Amiga de todos. Não sabe separar negócios de amizade. Tem que aprender a valorizar aquilo que você sabe fazer e bem, com o lado financeiro. Nada de deixar no nome da boa amizade. Eu sei que amizade é importante, mas ter dindin no bolso também. Pense a respeito e passe a cobrar pelo seu trabalho. Seja ele qual for.

Geórgia


Eita mulher que me conhece, meu Deus!!! Só questiono o "melhor fotógrafa"... tudo bem que é "que você já conheceu"... kkkkkkkkk Vai que vc não conheceu nenhuma, né???? E o "lutadora por seus sonhos"... às vezes acho que desisto fácil. Quero ser mais persistente, e quero sonhar mais! ;)

E no "lado negativo... hummm... Juro que tentei, e vc sabe disso. Mas é difícil, amiga, muuuuito difícil. Mas um dia eu consigo. E é isso mesmo, não tenho nem o que discutir nessa sua "análise de mim".

Nossa, que difícil falar isso.Mas vamos lá:Amiga sincera, Inquieta, Generosa, Franca, Muleca, Feminina, Romântica, Entre outras coisinhas básicas. Enfim, eu te vejo como uma boa amiga, que diz o que pensa, mas com certa parcimonia. Sabe de uma coisa, acho que se te conhecesse gostaria ainda mais de ti.

Kah

E Tu sabe que acertou, mulher? Quanto ao "diz o que pensa, mas com certa parcimônia"... é só às vezes. Outras vezes eu largo a bomba de uma vez, e depois me arrependo... ou não! hehehe... Mas o mais comum é além de dizer o que penso, agir como penso! ;)


Eu acho que... nossa, tá muito tarde, não dá pra pensar muito, não... só acho que ia adorar te visitar, já que você sempre tem coca-cola na geladeira.

Cláudia Beatriz

Assim não vale!!! Você só repetiu o que eu já disse aqui!!! :( Ainda estou esperando o "de verdade"!!!


Findas as opiniões de quem só me conhece pela telinha do pc, vamos agora ao intermediário. Quem me conheceu há muuuuito tempo "ao vivo", mas hoje... se restringe ao que nos dissemos via net.


Well well...primeiramente você pode ser Bel, Ana, Anabel ou seja lá o que for. Mas pra mim você é Belz e se você notar bem direitinho, nas entrelinhas Belz quer dizer que você é PLURAL, e não apenas um plural puro e simples, mas um plural distinto, com Z. Personalidade de um furacão, mas algumas vezes reação de um gatinho amedrontado, que precisa de colo (e quem não precisa, né???)

J Livio

Hummm... Disse pouco, mas falou tudo. Essa disparidade e inconstância são muuuito presentes em mim. E o pior é que é perceptível, né? :p


Agora, os que estão em outro nível... começaram me conhecendo na telinha, mas já provaram da presença ao vivo. A Jady aqui, no meu território, o Rodrigo lá, no território dele. Acho que isso faz alguma diferença; apesar de eu tentar ser sempre a mesma, creio que o ambiente influi um pouco em nossas ações e reações.


Achar de tu?!?! Hum... Tu é sorriso, sol, céu e mar. Fotografia, acarajé e sorvete de pitanga. Sinceridade, solidariedade e amizades. DDA, livros e internet. Tu é Chico, som na caixa e Tapetinga (será que eu escrevi certo?). Tu é uma vida inteira vivida da melhor maneira possível, dentro do possível, quando é possível. Tu é enxaqueca, conta de farmácia e guia de turismo. Tu é divã no msn, mãe 36 horas por dia e fugitiva de hospício. Rapaz... falar de tu é "ruim" demais porque tem muita coisa (e boa) pra falar... Então, eu resumiria dizendo que você é "indispensável".

Jady

Certíssima, preá, a não ser na escrita. É "Sapetinga" e não "Tapetinga", mas, tudo bem, vc sabe direitinho de onde está falando. Agradeço pelo "divã no msn" e tu sabe que tu é o meu também. Mas "fugitiva de hospício"??? Detonou legal, hein??? kkkkkkkkkkkkkkkk Sem essas coisas que você citou aí, do sorriso à conta de farmácia... não seria eu. Não seria mesmo!!! Vou te dar um "diploma de mim"!!!

Serei objetivo. A Bel é encantadora, sincera, amiga (mto amiga, capaz de abdicar pelos amigos), depressiva e alegre (paradoxo total), guerreira, carinhosa, exigente, leva algumas coisas mto ao pé da letra, inflexível, mãe exemplar, excelente escritora, inteligente, desconfiada, um pouco cigana (ahahah...se lascou), tem sexto sentido ou me conhece demais p saber q estou mentindo. Parece minha mãe pô! Mtooooo dengosa, mtoooo ciumenta, mtoooo centralizadora de atenções. Enfim, uma baiana pra lá de arretada.

Rodrigo Cesar

Acertou também, cara! Especialmente no "paradoxo total"... minha vida é mesmo um paradoxo - apesar de coerente. Sim, sim, sim, levo algumas coisas ao pé da letra, especialmente quando alguém diz: "Vamos ao Teatro hoje!"... (lembrou??? kkkkkkkkk) Inflexível, sim, no que é essencial.Mas sou flexível no que não tem taaaanta importância. O negócio, é que quem decide a importância sou eu, né???? Desconfiada... por que será que vc disse isso? Mas até que sou, sim. Já apanhei um bocado da vida pra confiar irrestritamente. E sim, eu te conheço um bocado. Mas acho que não pareço tua mãe nããããão!!!! Quando ao ciumenta, já falei lá em cima, e o "centralizadora" de atenções também. Mas esqueci de lembrar que sou filha única, e isso, segundo a Renata, que também é, faz a gente estar acostumado com as atenções em casa, e exigir a continuidade delas no restante da vida. Pode ser, né?


E, para finalizar, aquelas que me conheceram primeiro ao vivo e depois leram o que eu escrevo aqui.


Acho que vc é alegre. Será que eu soube definir bem? Ah, prestativa tb pode ser. Depois de ler suas coisas "digitais", inteligente cabe tb.

Malu

Primas, com diferença de dois meses no nascimento, vc podia ter dito mais, né? Mas fico feliz de que o "prestativa" tenha aparecido... hehehe E continuo às ordens, desde que o pagamento seja depositado no Bradesco!!! Quanto ao "inteligente"... eu já sabiaaaaa!!! Kkkkkkkkk


Mamãe é um caos, mas não tão difícil de entender. Lentinha pra umas coisas e muito esperta pra outras, extremamente coerente em tudo que diz e faz, educada e boazinha demais em algumas ocasiões... em vez de explodir, implode. Parece que não tem amor à vida, de tanta porcaria que come e bebe, e parece uma hipocondríaca inveterada, de tantos remédios que toma. Mas tem, e não é. Ama sua terra e sua história, mas adora viajar e experimentar o novo. É a melhor mãe que eu tenho (e olha que sou bem exigente), e isso já basta.
Line G.

Esse me matou de orgulho, né? Ser reconhecida pela filha como "extremamente coerente em tudo que diz e faz" já me faria dormir sossegada, achando que "meu dever foi cumprido". Posso não estar certa em tudo - nem imagino que isso seja possível - mas me guio sempre pela coerência. Sim, você me conhece, nêga. Sabe que eu tenho amor à vida, e só tomo remédios porque realmente preciso. Ah, como gostaria de me ver livre deles... mas acho que no céu não tem farmácia, né? E ser "a melhor mãe que você tem" me deixa realizada! Você é mesmo exigente, eu sei!!!

Aí, pessoal, acabou. Quem responder o post da quarta
depois da publicação deste, como diria a cigana, minha velha amiga - e quiçá antepassada - "se lascou, se lascou". Minha quota de análise acabou por este ano!!!


Mas não se esqueçam que meu niver está chegando, e a listinha está bem aqui!!!

Nenhum comentário: