12.5.07

12 de maio

Como no ano passado... vim aqui dar o "relatório" do dia de hoje... e do de ontem também.

O Vídeo conta em imagens a história que eu acho que não precisa mais de palavras, mas descobri no DVD "Roda Viva" que ganhei dela, uma música de Chico que eu não conhecia... Benvinda. E como casou bem com o dia de hoje... com o que eu senti e ainda sinto...




Vou escrever sem o formato de poesia, pra que o sentido fique mais claro.

Dono do abandono e da tristeza, comunico oficialmente que há lugar na minha mesa.
Pode ser que você venha por mero favor, ou venha coberta de amor... Seja lá como for, venha sorrindo, benvinda, benvinda, benvinda, que o luar está chamando, que os jardins estão florindo, que eu estou sozinho...

Cheio de anseios e esperança, comunico a toda a gente que há lugar na minha dança!
Pode ser que você venha morar por aqui ou venha pra se despedir, não faz mal, pode vir até mentindo... Benvinda, benvinda, benvinda, que o meu pinho está chorando, que o meu samba está pedindo, que eu estou sozinho...

Venha iluminar meu quarto escuro, venha entrando como o ar puro, todo novo da manhã...
Venha minha estrela madrugada, venha minha namorada, venha amada, venha urgente, venha irmã, benvinda, benvinda, benvinda, que essa aurora está custando, que a cidade está dormindo, que eu estou sozinho...

Certo de estar perto da alegria, comunico finalmente que há lugar na poesia!
Pode ser que você tenha um carinho para dar ou venha pra se consolar, mesmo assim pode entrar, que é tempo ainda, ai! Benvinda, benvinda, benvinda!!!

Ah, que bom que você veio, e você chegou tão linda, eu não cantei em vão: Benvinda, benvinda, benvinda, benvinda no meu coração!!!

Bem-vinda, Felicidade!!! Bem-vindos amigos, que carinhosamente se manifestaram, com telefonemas (Fui acordada pela Geórgia, do outro lado do Atlântico e acabei de desligar o celular com a Márcia, diretamente do outro hemisfério), posts (a Geo e a Jady), presentes chegados pelo correio, entregues em mãos, carinhos de muitas formas diferentes, e igualmente apreciadas. Bem-vindos os amigos que quase esqueceram, que trocaram o dia, que ligaram já perto da meia-noite...Bem-vindos os que não conseguiram, nbão puderam, não lembraram ou não quiseram. Bem vindo - e-mail que acabou de entrar na minha mail box, faltando 15 min pra acabar o dia, mas se justificando que com o fuso horário pra ele ainda é mais cedo. Bem-vindos à minha mesa, à minha dança, à poesia e ao meu coração!

Tentei responder os scraps do orkut, mas ainda não cheguei nem na metade. Confesso a vocês que me senti muito amada. Não foi nada de "altamente especial", mas foi tudo perfeito. Acho que eu nem aguentaria fortes emoções, e tudo foi como tinha que ser.

A torta de pêssego foi saboreada com as visitas no melhor estilo festa individual. E deixo a dica: É muuuuito bom, dar atenção a cada um de uma vez, e retribuir o carinho assim. A coca estava estupidamente gelada, o DVD de Chico "Roda Viva" rodou enquanto cantávamos junto, lembrávamos de coisas passadas e deu um toque ainda mais "meu" à minha noite.

A única nota desafinada na minha sinfonia foi que por conta de tudo, Line não conseguiu me dar o "post-presente" que ela queria e eu estava esperando. Mas ainda tem tempo, amanhã é dia das mães, e ainda tem motivo. E o melhor de tudo é que eu "vou entender" ;)

Boa noite, pessoas... Muito boa noite!

E às mães, um delicioso dia, amanhã, de preferência cercadas pelos filhos, mas se não der... lembrem que "estar perto não é estar ao lado, mas estar do lado de dentro."


Nenhum comentário: