25.5.07

Atenção câmera... gravando!

Hoje foi dia de TPM (tipo 2). Ou melhor, hoje foi o dia de gravação da parte ficcional do vídeo TPM - Tensão Pré-Monografia. Quem lê o blog sempre já sabe exatamente do que estou falando. Daquilo que literalmente tem comido meu juízo e tirado meu sono. Eu sei, eu sei que vou ouvir (de novo) que não preciso me estressar com isso, mas...

Só sabe o quanto dói o calo aquele que calça o sapato apertado. Há algumas semanas atrás eu disse, a uma colega: "sim, meu grupo está tendo problemas... mas no final tudo dá certo." E ela: "SERÁ???" (assim mesmo, em maiúsculas, via msn.) Eu não sei o gosto que tem desejar que o trabalho do outro dê errado. Mas doeu, não vou negar. E aí fica ainda mais uma pressão nos ombros: Além das circunstâncias conspirarem contra, os coleguinhas também ESPERAM que a gente não dê certo, que a gente não consiga, que a gente fique pra trás... Quem sabe, temam o mercado de trabalho... mas não me cabe julgar.

Cabe somente fazer minha parte bem feita (e às vezes a parte de alguma das problemáticas que, pra variar, teve um probleminha), e curtir o sucesso.

Sim, o sucesso. Hoje, já não alimento a dúvida que um dia existiu. Passamos a manhã num pique daqueles, fui cedinho na facul pegar o cinegrafista e o equipamento, fizemos duas cenas aqui em casa, uma na loja de um amigo e duas na UESC. São cenas sem texto, somente trilha, e mostram um ator passando pelos piores momentos de TPM: perder o sono no desespero, o pc dar pau, o orientador não gostar de nada que ele escreveu, não encontrar material bibliográfico suficiente, e ficar louco de um lado pro outro sem saber o que fazer. Em suma: surtado. Essas cenas serão inserts entre os depoimentos de alunos reais, psicóloga e professores, apresentando a situação.

Foi bom demais! Tivemos a participação mais que especial de Ricardo Ayade, amigo de , que é ator, e estava de passagem por aqui, somente na manhã de hoje. E as portas se abriram, conseguimos a câmera, o cinegrafista, sair de manhã (sempre é apenas à tarde...) enfim, foi tudo melhor do que podia ser. O tempo - cronometrado - foi mais do que suficiente. E a folia... rolou solta! O brinde final contou com vinho, coca e café - cada um escolhendo o que melhor lhe apeteceu!

As imagens do making off estão aí, e maiores detalhes só com o vídeo pronto, porque "eu detesto trailler que entrega o final"!!!





Nenhum comentário: