8.6.07

Licença... mas tenho que me exibir!


É normal a gente reclamar do que não está bem, do que incomoda e do que não está como a gente quer/deseja. Mas às vezes se esquece de reconhecer o que tem valido à pena.

E, no caso, estou num momento em que, apesar da iminência de greve e todos os problemas pelos quais meu curso passa (falta de professores, de material, livros na biblioteca e etc) faz-se o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), onde são avaliados 5.701 cursos de 1.600 instituições do Brasil em 15 áreas de conhecimento e... o que acontece? O curso de
COMUNICAÇÃO SOCIAL - RÁDIO E TV da UESC fica em 1° LUGAR NO BRASIL!!!

Pôxa... é coisa pra a gente ficar mesmo "se achando" mesmo... porque com todas as dificuldades, os coleguinhas que fizeram a prova (alunos do primeiro de do último semestres) se saíram super bem.

Sem esquecer de que não comentei aqui que a UESC tem agora convênio com o canal Futura, e que até já saiu matéria produzida pela TV UESC sobre os quilombolas de Itacaré, no horário nobre (jornal do meio dia). E foi que estava apresentando, ai que eu já tenho amiga famosa, pessoal!!! Dá um sentimento gostoso de ver isso... mesmo que eu não tenha nada a ver com a TV UESC, que eu não faça nada pra que ela seja o que está conseguindo ser... fico feliz com o sucesso que os colegas conseguem! E não tenho nem um pouquinho de inveja... sei que essa não é minha área, prefiro imagens estáticas. E vou fazer minha vida, vou, sim!

Hoje eu olho pra trás, e vejo o quanto cresci, o quanto aprendi, mesmo com todas as reclamações de professores
assim e assado... de greve, de falta de interesse, de falta de compromisso... Eu sou diferente, sim. E agradeço a Deus pela UESC, por tudo que ela envolve, por todas as pessoas que fazem a instituição... (Isso tá parecendo post de formatura, mas eu tô feliz mesmo, me deixem babar, que hoje eu posso!)

Eu não assisto TV ou filmes mais como antes... tudo pra mim hoje tem mais profundidade, precisa fazer sentido, ou nada feito. Ainda que eu não me lembre objetivamente das "teorias da imagem", sei exatamente quando uma imagem está no lugar certo e a composição é a que deveria ser.

Minhas experiências com vídeo foram gostosas, apesar de estressantes.
Press... ops! A pró que mata a gente na pressão, querendo "operacionalizar" tudo a todo tempo... me esninou muito, e eu não vou negar. (Até quem não ensinou muita coisa, academicamente, ensinou à vida.) Mas o que ela não conseguiu foi me arrastar pra essa área. Produção de vídeo é muuuuito complexo, quem quiser que pense o contrário, vá experimentar e veja o quanto pesa. Produção em rádio é menos um pouco, mas também não é brincadeira. A não ser que se queira fazer o rádio irresponsável que se vê por aí.

Bem, é isso. Estou feliz com as boas notícias sobre o meu curso, e espero ter muitos outros momentos desse!


Torre administrativa
(Fá, morro de saudade de quando eu tinha motivo pra viver lá... Feliz ANO NOVO pra você, lôra! )

Nenhum comentário: