23.7.07

Uma companhia especial

Engraçado escrever isso na mesma semana em que escrevi sobre amigos e afinidade. Mas é o que se apresenta. Eu sempre falo da minha carência de companhia, do valor que dou a elas... mas às vezes esse valor é superfaturado, e as companhias que desejo tanto nem são tão essenciais.

Nos momentos de decepção - que inevitavelmente acontecem, eu sei - é necessário lembrar que amizade é como uma bolsa de valores. Nada é fixo. Apesar de existirem os valores absolutos, a maioria deles é flutuante. E o lucro se dá em você comprar ações em baixa... e "cuidar" delas até o momento em que elas sobem. É claro que os prejuízos vêm... e nem vou dizer "às vezes". Vêm, sim.

Porque a bolsa de valores é um investimento de alto risco, e a amizade também. Você investe tempo, afeição, emoções... e nem sempre investe certo. Não, eu não perdi amigo nenhum. Só estou prefaciando o valor da minha companhia que está em alta hoje: EU!!!

Eu sou a melhor companhia que posso encontrar... e se essa não prestar, mais nenhuma vale à pena. Porque ela vai estragar as outras.

E resolvi que hoje o dia e de mim comigo. Tudo bem, ainda estou dando uma chance via msn pra empresas legais, enquanto escrevo aqui, completamente recortado. Na verdade, este post surgiu a propósito de uma delas... que me mandou sair pra fotografar, e descobrir que "tem mil coisas bacanas pra fazer na melhor companhia q vc pode encontrar: VOCÊ!!!" E não é que ela tem razão??? Vou lá... sair comigo!


Nenhum comentário: