3.9.07

Se eu fosse...

Acho que esse foi o post que demorou mais pra ser escrito. Nem lembro que dia comecei... nem de onde roubei a idéia. Mas foi de algum blog desses que eu visito, copiei e fiquei esperando a mente ficar limpa e não lembrar o que já tinha lido. Mas foi difícil chegar às respostas. E ainda apaguei alguns ítens, que não consegui responder... mas como não fui intimada por ninguém, estou escrevendo porque quero... acho que não faz mal, né?

Então... se alguém quiser experimentar a dificuldade de pensar "se eu fosse..." é só dar ctrl c e responder. Depois me avise, que agora eu já posso ler outros. ;)


Se eu fosse uma hora seria o pôr do sol. Lindo, misterioso, fugaz...
Se eu fosse um planeta ou astro seria a lua. De fases, sempre em mutação. De certa forma, previsível.
Se eu fosse uma direção seria pra frente. Adoro caranguejo, mas andar pra trás não é pra mim.
Se eu fosse um móvel seria uma cama. E não me chamem de preguiçosa. Humpf.
Se eu fosse um líquido seria Coca cola. Liberadora de serotonina, dando prazer e viciando.
Se eu fosse um pecado seria a preguiça. Ops... isso foi um ato falho!
Se eu fosse uma pedra seria um diamante. Caaaaaaara. Não é pra qualquer um, não..
Se eu fosse uma árvore seria um coqueiro. Pra quem mora no litoral do nordeste, não precisa nem de comentários.
Se eu fosse uma fruta seria um côco, óooooobvio!
Se eu fosse uma flor seria uma azaléia. De qualquer cor.
Se eu fosse um clima seria um clima quente, com certeza!
Se eu fosse um instrumento musical seria uma flauta doce. Companheira pra levar a qualquer lugar, sem pesar e sem dar trabalho.
Se eu fosse um elemento seria o fogo. Por onde passa, nada fica igual.
Se eu fosse uma cor seria preto. Ou preto é ausência de cor? Então seria branco.
Se eu fosse um animal eu seria um passarinho. Um tiê-sangue, de preferência. Pra se destacar na multidão.
Se eu fosse uma música seria uma canção de ninar. Acalmando, fazendo sonhar...
Se eu fosse um sentimento seria o sentimento de paz. Lá no fundo do coração.
Se eu fosse um livro seria mágico, como o de Ofelia em "O labirinto do fauno".
Se eu fosse uma comida seria bahiana. E com pimenta.
Se eu fosse um lugar seria uma praia. Deserta, limpa e linda.
Se eu fosse um gosto seria o gosto de chocolate. Meio amargo, é claro.
Se eu fosse um cheiro seria único. Pra ser lembrada e reconhecida.
Se eu fosse uma palavra seria o silêncio. Que normalmente fala muito mais.
Se eu fosse um verbo seria intransitivo. Completo.
Se eu fosse um objeto seria um celular. Conectando e nunca fora de área ou desligado.
Se eu fosse uma peça de roupa seria jeans. Calça, bermuda, macacão, jaqueta, qualquer coisa. E não necessariamente blue.
Se eu fosse uma expressão seria de surpresa. Nada de rotina, tudo novo todo dia!
Se eu fosse um filme seria uma comédia romântica. É, eu sou uma boba.
Se eu fosse uma forma seria assimétrica. Preciso repetir? Nada de rotinaaaa!!!
Se eu fosse um número seria par. Porque estar acompanhado às vezes é melhor que estar sozinho.
Se eu fosse uma estação seria o verão. Tá, eu conto uma novidade na próxima estação.

Nenhum comentário: