24.11.07

Uhuuuuuu!!! Eu tenho filhos inteligentes!

Eu e eles... (os filhos)


Nem é novidade que eu babo minhas crias. babo meeeeesmo, e sem vergonha nem medo de ser feliz. E abraço, beijo, agarro, chamo de gostosos, digo que são as coisas mais lindas, mais fofas, mais maravilhosas do mundo... Mamãe zi ama, mamãe zi dola, mamãe zi quer... E SEI que são muito inteligentes.

Quando estava grávida da primeira, eu dizia: "Não vou suportar ter filho burro. Se não for inteligente, eu ensino, mas ensino tanto, que ninguém nem vai descobrir que não são!" E era uma piada familiar. Mas nem precisou...

Ela sempre se destacou na escola, e continua, na facul. Além de inteligente, esforçada e dedicada. Ele tem uma inteligência surpreendente: não estuda NADA, nada mesmo... e ainda assim passa de ano. Vai pro último ano do ensino médio, sem nunca ter feito recuperação, apesar de não tirar 9 ou 10. Pense aí o que seria, se estudasse? É, eu tenho filhos inteligentes.

Isso não era novidade pra mim... mas esta semana, lendo um post do Lino Resende, me deparei com uma possível justificativa para a inteligência dos meus rebentos. A grande explicação são... as minhas curvas!!! Isso mesmo... vou transcrever parte do texto, já que muita gente não acompanha os links que a gente coloca aqui.


"As magrelas que me perdoem, mas seus filhos serão burros. Desculpem, não estou agredindo ninguém. A afirmação de que as mulheres que têm curvas acentuadas - as “boazudas”, portanto - têm filhos mais inteligentes que as muito magras, quase retas, é de um estudo científico que acaba de ser publicado pela revista Evolution and Human Behavior. Ah, e tem mais: o estudo afirma que estas mulheres são mais inteligentes.

A explicação dos pesquisadores é que os ácidos graxos ômega 3, que se acumulam nos quadris e nas coxas das mulheres, servem de alimento para o cérebro e são essenciais para o desenvolvimento neurológico dos bebês durante a gravidez. Os pesquisadores Stephen Gaulin, da Universidade da Califórnia, e William Lassek, da Universidade de Pittsburgh, usaram dados do Centro Nacional de Estatísticas de Saúde, nos Estados Unidos, para fazer o estudo e descobriram que a relação cintura-quadril das mães estava diretamente relacionada ao desempenho delas e dos filhos em testes de cognição.

O que os pesquisadores descobriram é que quanto maior o quadril e as coxas, mais inteligentes podem ser os filhos. Segundo eles, neste caso, os quadris e as coxas funcionam como um depósito de nutrientes que o filho usa, na gestação, para o seu desenvolvimento. Estes nutrientes alimentam o cérebro e são essenciais ao desenvolvimento da inteligência."

Então, pessoal... abençoadas as minhas coxas, que são tão grossas que não me deixam usar vestido, já que encostam uma na outra!!!

Eu e elas (as curvas) .

Nenhum comentário: