18.3.08

Fazendo história

De vez em quando gosto de olhar as estatísticas do "Deixo Ler". E o post anterior foi o número 600. (Uau! Quando comecei não imaginava que iria durar tanto, que eu seria persistente a esse ponto!...) Assim, acho que merece uma certa comemoração.

Mas vamos a elas... (as estatísticas).

Em 2 anos, 3 meses e 18 dias...

* 601 posts

* 3.490 comentários no haloscan (um tanto no blogger, que não dá pra visualizar)

* Pico de comentários em maio (197) no período de mar/07 a mar/08 (por que terá sido???)

* 54.562 visitas

* Média de 107 visitas diárias, das quais 15 voltam ainda no mesmo dia. (ô povo estressado, que vem ver se eu postei!!! kkkkk)

* Visitantes vindos de 13 países (Brasil, EUA, Portugal, Espanha, Japão, Canadá, França, Peru, Angola, Alemanha, Antilhas Holandesas (onde é isso???) e Suíça).

* Em 58 categorias criadas pela minha cabeça pirada, disparado a mais cotada é "Desabafo" (porque "Fotos" são todos os posts que foram ilustrados, e isso não é necessariamente um "assunto").

* O site que mais manda gente pra cá, é disparado o Pimenta na Muqueca (eu nem imaginava!!!), seguido pelo blog da Melina e do Between Us, da Jady. Meu perfil no orkut deixou de ser uma referência!!!

* O post mais lido (das últimas 500 visitas) foi o Quem sou eu. (Santo Orkut, e Santo Pai Google!)

* Nesse tempo todo só tive um probleminha com comentários "dispensáveis", pessoa cujo IP bloqueei pra não comentar, e nunca mais voltou.

* Da mesma maneira, somente um probleminha com alguém que se sentiu ofendido com o post sobre os nomes... mas que também não voltou pra dizer mais nada.

* A categoria mais acessada como categoria foi a DDA.

* Depois do layout original (marrom), mais 5 personalizados. (1 por Line, 1 por Anne, e 3 por mim).

* Zentos amigos conquistados na blogosfera, alguns conservados, outros deixei escorrer entre os dedos (ou escorreram sozinhos, anyway), mas boas experiências, no geral. 2 vieram aqui em casa, e conheci 7 em seus habitats.

Bem, acho que eu poderia pensar em mais alguma coisa, mas cansei.

Nenhum comentário: