21.3.08

Maria Clara e a "Coín"

Não, este não é um conto, uma historinha de ficção, apesar do título sugestivo.

Maria Clara é a mocinha aí embaixo, com 1 ano e 4 meses de pura fofura. Não estranha ninguém, super simpática e muito esperta.

Pegou a carteira da tia Flávia, e achou o máximo brincar com a "coín" (Coín = carteira em bebezês). Titia pedia, e ela dizia "não", bem explicado, e acompanhado do gesto de empurrar a mão dela pra longe. Sem gritar, sem escândalo, simplesmente "não". E repetia "coín", com a maior satisfação.

Primeiro ofereceram um copo plástico no lugar da coín, mas ela não aceitou a troca (essa parte foi filmada, em outra câmera). Depois a mamãe tentou distrair (e conseguiu) com uma tiara bem colorida, e a coín foi surrupiada das mãos da pequena. Depois de andar um bocado pela casa, eu perguntei: "Cadê a coín?" E ela veio direitinho na minha bolsa, olhou e como não tinha, fez cara de pouco caso, como se dissesse: "eu sei bem o que é a coín, e não está aí."

Fotos do episódio no slideshow abaixo. (E não pensem que eu fiquei com saudade, não, ou que já estou querendo neto. É delicioso brincar com bebês, especialmente se depois de brincar a gente dá tchau e vai pra praia comer caranguejo.)

Nenhum comentário: