14.4.08

Quando não se consegue dizer nada...

...Se usa texto alheio.

Tô cansaaaaaaaada. Exausta. Nem uma tarde de praia ontem conseguiu aliviar meus ombros, nem a realojada que Stela deu nas minhas vértebras. E ainda estou me vemdo no reino de Tão, Tão Distante de alcançar meus objetivos. Faltam 2/3 do que preciso fazer de um lado e mais 1/3 do outro. O que significa que estou ainda sem terminar coisa alguma.

Graças a Deus tenho contado com a ajuda e as orações de amigos queridos, que, cada um de seu jeito me levantam, inspiram, animam... e apesar de tudo, vou atravessando.

É reconfortante entrar no msn e ouvir alguém do outro lado: "queria acordar e já ser dia 25!" - O mesmo sentimento que estou vivendo. Mas deixa essa agonia pra lá, e deixo aqui meu tributo aos meus amigos.


"Eu me perguntava...
O que dizer sobre a amizade?
E, então pensei em todos meus amigos...
Eu pensei nas qualidades que os diferenciam, nessas coisas que os fazem únicos e queridos…
Como aqueles que sendo tão diferentes nos entendem tanto
Aqueles que nos ajudam nos momentos difíceis…
Aqueles que a vezes, nos deixam verdes...
Os engraçados
Os intelectuais
Os que nos cobrem de paz…
Os que nunca se animam…
Os que nos mimam…
Os que necessitam mimos
Os originais…
Os que necessitam cuidados…
Os que são capazes de nos carregar seja qual for nosso estado de ânimo…
Os que sempre estão atentos…
Os que só mostram uma pequena parte do que são.
Os que sempre conseguem o que querem…
Os insólitos!!!
Os corajosos...
Os que sempre estão dispostos a juntar-se para fazer algo…
Os que sempre tem uma notícia o uma novidade para contar…
Os gritões…
Os que nos entram em casa a qualquer momento…
Os que parecem que não, mas…”estão aí…”
Os que nos fazem temer…
Os organizados…
Os “folgados” de sempre…
Os protetores...
Os de longe…
Os que não param de trabalhar...
Os que tem delirio de grandeza…
Os que sempre estão enrolados em algo…
Os que são capazes de fazer qualquer coisa para não passarmos um mal momento…
E os que necessitam proteção...
Os brincalhões...
Os surpreendentes…
Os que caem em um momento errado...
Os que se juntam em um passeio…
Os que nos fazem rir a qualquer preço…
Os que são tão ternos…
Os que se escondem…
Os que, praticamente, são partes de um mesmo…
Os que sempre estão nos esperando…
A todos e a cada um deles… OBRIGADA!"

Nenhum comentário: