19.6.08

"Deixo que os outros falem por mim..."

Encontrei este perfil no orkut do amigo de um amigo. Achei simplesmente hilário, e resolvi repartir com vocês. Afinal de contas, nem só de opiniões sérias e cults vive um blog, não é?

Então... na pergunta "Quem sou eu", a criatura escreveu assim:



"Ah, é tão difícil falar de mim mesmo...Ah, sei lá..."

De tanto ler coisas deste tipo, resolvi tomar duas decisões:

- A primeira: deixar que os outros falem quem sou eu.
- A segunda: parar de falar que vou ganhar na Mega, mesmo quando eu não jogo.

Olhaí o que os outros falaram de mim:

"Quando eu leio o que Fulano * escreve, fico desse jeito: com um nó na garganta".
(Tiradentes)

"Fulano * é um cara que tem futuro. Eu vejo isso!"
(Ray Charles)

"Ele sempre foi o mais inteligente da minha sala. Mas isso é bem relativo."
(Albert Einsten)

"Coluna do meio"
(Zebra do Fantástico)

"Fulano * é iluminado. Ser de paz, de mãe, de filho. Fruto do mar, água doce, ó luar. Fulano * é lar, cá, voar. Ou não."
(Caetano Veloso)

"Apesar de nunca tê-lo encontrado pessoalmente, sempre achei Fulano * bem interessante. Ainda mais quando ele era pequeno.”
(Michael Jackson)

"Do meu ponto de vista, Fulano * é um grande homem!"
(Nelson Ned)

".... .. . ... .... ... . .. .."
(Jatobá - in memorian)


"QUIDQUID LATINE DICTUM SIT ALTUM VIDITUR."
"Qualquer coisa dita em latim parece profunda."



* Nome substituído para preservar a identidade real do Fulano.


Diz aí se não vale à pena ler um perfil desses???

Nenhum comentário: