4.9.08

É mole, ou quer mais?

Eu não recebi. Mas alguns "blogueiros seletos" receberam um convite para participar da área VIP da Abril Blogs. Para ver o convite em seus termos exatos, veja o post da Martelada. Lá o Marcelo dá a resposta que eles precisavam ter. O Contraditórium também mandou ver... Mas duvido muito que cheguem a ler os blogs que convidaram...

Eu não uso o blog para ganhar dinheiro, (tenho raiva daqueles anúncios AdSense, que aparecem "sujando" o layout) e nem me considero "lá essas coca-colas todas", não estou aqui desfazendo da coisa porque não fui convidada. É que acho MESMO a atitude da Abril pra lá de ridícula.

Eu não mudaria o host do meu blog por conta de um convite "VIP" desses, e ainda mais transferindo à editora o direito sobre tudo o que eu escrever. (E o meu livro, que vai ser o excerto dos melhores posts? A Abril é que ia ficar com o dindin?)

Dá uma olhada:

10. Direitos autorais

[...]

A Abril é proprietária de todas as compilações, trabalhos coletivos ou derivados criados pela Empresa, e que podem, eventualmente, incorporar o conteúdo dos blogs criados pelos Usuários.

O Usuário concede licença de uso irrevogável, perpétua, global e livre de royalty para uso, exposição pública, publicação, exibição pública, reprodução, distribuição, transmissão, adaptação, alteração e promoção de seu conteúdo publicado nos blogs em qualquer mídia da Abril.

Alguém pode, por gentileza, avisar às pessoas responsáveis (?) por esse projeto (estou segurando a língua para continuar a honrar a educação que mamãe me deu) que na blogosfera a gente PENSA???

Acho legal quando um grupo de blogueiros se une e faz um "condomínio" não necessariamente fechado, tipo o Interney Blogs, ou um fidideus qualquer se incorpora aos condomínios abertíssimos do Blogspot, Wordpress, Blig, ou Uol Blogs. É gostoso ver brotar pelos dedos o que fervilha nas mentes. Mas daí a querer sugar e tirar proveito disso, na cara dura??? Tenha santa paciência. Me bata um abacate. Ou melhor, vá catar coquinho no mangue.

Daqui não sai docinho pra você não, baby.

Nenhum comentário: