12.1.09

Agradecendo, sobretudo.


Ontem, dia 11 de janeiro de 2009 minha mãe completou 80 anos. Eu teria muito a dizer sobre ela, sobre como está encarando o envelhecimento (que na cabeça dela aconteceu instantaneamente quando completou os 80!), mas quero mesmo falar da comemoração desse aniversário.

Claro que eu sabia que íamos fazer a festa-culto, mas não sei bem o porquê (pra mim ainda tem acento e pronto), fui deixando tudo pra última hora. Aí precisei correr com convites, programação, roupa, etc. É óbvio também que me cansei bastante já que tinha que fazer tudo isso "sozinha" e correndo. E coincidentemente na mesma semana da seleção do mestrado. Massss... Quem disse que fiz tudo "sozinha"??? Tive muita gente comigo, me dando força, me apoiando, aguentando meu stress... e me socorrendo sem sequer precisar pedir o socorro!

Lá na hora do culto (que foi lindo!) eu não me senti em condições de agradecer citando nomes, tinha certeza de que iria esquecer alguém, e aí ficaria pior. Mas agora, com calma, vou tentar, mesmo que essas pessoas nunca cheguem a ler este post. [A ordem dos agradecimentos de maneira alguma expressa a intensidade deles.]

Quero agradecer a meu pai. Ele foi perfeito, não somente por ter concordado com a festa do jeito que foi, mas pela maneira como ajudou em tudo. Pra vocês terem idéia, quando cheguei em casa, mais de meia noite, ele estava lavando as bandeijas que tomamos emprestadas. Dá pra sentir? E alguém pode pensar que "era obrigação dele" custear tudo, inclusive as passagens para Line e Abel virem de Recife, mas ele fez tudo com muita alegria, plenamente perceptível!

Quero agradecer aos meus filhotes, que depois que chegaram mergulharam de cabeça nos preparativos. Abelzinho deu toda a força física e bom humor, Line foi determinante nas opiniões sobre a programação e na parte "estética" da coisa. Além da companhia, é claro!

Minha gratidão especial ao Namorado, que ficou meio que querendo se esconder, imaginando que aquele momento deveria ser "da família", esquecendo que ele também é da família! Cau aguentou meu estresse, minhas angústias e dores (físicas), e deu o suporte essencial à minha "sobrevivência". Amor, não sei o que teria sido, sem você!

Também agradeço ao pessoal do meu grupo de oração das quintas-feiras, que ouviram 1488 vezes o quanto eu estava cansada e atarefada, e me sustentaram em oração.
A Angelita, que fez o bolo, aliás, os bolos, um gigante que cortamos à tarde para evitar o trabalho na hora de servir e um menor para compor a mesa e a Ana, que fez os docinhos, igualmente deliciosos.

A Karol e Felipe, que foram simplesmente DEMAIS. Felipe começou a trabalhar na sexta-feira, passando a tarde em Itabuna à espera dos meninos que chegariam ao meio-dia e só chegaram às 16h, e trabalhou durante todo o culto, fotografando. Karol operou o datashow e deu aquela força o tempo todo, até no desestressar do dia seguinte! ;)

A Tia Vera e sua equipe, que cuidaram da decoração do santuário e do salão embaixo. A Marilva, que emprestou as bandeijas, a Rose que deu a maior força em tudo que precisamos à tarde, a Paulo, que estava na igreja por outros motivos, e terminou sendo requisitado para a batalha!

A Maikel, Jani e Antônio Raimundo, que cuidaram da música do culto. (E a Aline e João, que liberaram Maikel durante o recesso de sua licença-paternidade!)

Ao Pastor Arnaldo, que interrompeu suas férias e voltou de Cabrália para pregar no culto. Seu cuidado e atenção conosco foram percebidos e devidamente registrados em nossos corações!

A todo o clã dos Guerra, especialmente aos tios e tias que estiveram TODOS presentes. Tia Nita e tio Zé, Tia Madalena e tio Leandro, Tia Ivone, Tio Vando e tia Nolinha, Tia Vera, Tia Suzana e tio Cláudio, Tua Ju e tio Aécio. Foi lindo tê-los todos lá na frente, cantando juntos "Tu és Fiel, Senhor!"!!! Tia Suzana se derreteu em lágrimas, e eu não vou negar que chorei também, ao contemplar a grandeza da fidelidade de Deus em nossa família.



Quero agradecer também a todos os queridos que enviaram mensagens via e-mail ou orkut, todas devidamente repassadas para ela, de maneira muuuuuuuuito especial a Marta. A mensagem de Marta para minha mãe não poderia deixar de ser lida lá. Na falta de outra sobrinha, Line leu. E não dava para negar a emoção de mamys e de todos nós.
Marta escreveu também um post (Lições de envelhecer) no blog dela ontem, e aproveito para dizer que é um blog que DEVE ser visitado para se deliciar com a doçura e sensibilidade que ela tem na escrita. Segue aqui o texto dela para minha mãe:

Vocês sabem para que foram feitas as tias?

Elas existem para compartilhar com as mães o processo de maternagem. Afinal, cuidar de uma criança requer bem mais esforço do que pode um jovem casal de pais. Assim, cuidar de uma criança, torná-la gente requer o apoio de avós, tias, tios...

Lembro que Tia Didi entrava em ação, por exemplo, quando minha mãe se desesperava com as minhas dificuldades com a tabuada. Pacientemente, me colocava no colo e ia tentando explicar, de outra forma, buscando meu aprendizado.

Foi ela também que me explicou o que estava acontecendo no meu corpo depois da primeira menstruação e os cuidados que devia ter.

Outra contribuição foi o despertar do meu gosto pela leitura, nasceu ai o meu amor pelas palavras escritas.

Até hoje o cuidado continua, minha mãe e minhas tias dão lições de envelhecer.

Com tia Didi aprendo a lição da empolgação de viver. Os olhos dela estão sempre brilhando para a novidade. E sai inventando, escrever um livro, arrumar uma biblioteca, aprender a tocar piano, cruzar a Bahia para passar um mês num encontro missionário. E descobre alegria também no cotidiano, vibrando com um vestido novo, com o beijo do homem amado.

Rubem Alves diz que a capacidade de sentir alegria é a essência da vida, e, completa quem tem alegria tem Deus. Sei que Deus esta com você, e vai manter sempre o seu contentamento. Parabéns minha querida!

Marta Guerra Pinillos, sobrinha
.
Para terminar, quero dizer muito obrigada também a todos os que estiveram presentes, ao vivo e a cores ou virtualmente. Foram parte da nossa alegria, com certeza!

Se esqueci alguém... perdoe-me! Creditem isso ao DDA e dêem o desconto!

A propósito, para quem teve preguiça de clicar nos links, todas as fotos estão no Álbum no picasa.

Nenhum comentário: