22.10.09

"Milagres sei que acontecem...













…a alguém como eu, no instante em que ousamos crer em Deus. Pois somos o alvo do Seu grande amor…” como dizia a canção de Guilherme Kerr, Meu Pequeno Mundo.
Estou no hospital, sem conexão, mas preparando este post para publicar quando tiver oportunidade. No momento, acontece uma festa em família: Papi, tia Jacy, ia Celene e eu, além de Marta que deu uma saidinha, mas estava aqui até agora há pouco. A cirurgia, que durou cerca de duas horas, foi um sucesso absoluto. E, pensem na dimensão do milagre: Ela nem precisou ir para a UTI! Veio direto do centro de recuperação para o apartamento! E alegre, completamente consciente, sem dor e conversando mais do que a nega-do-leite.

Já dei notícias por telefone aos vários segmentos (família, igreja, amigos…) e quando alguém pergunta: “tá precisando de alguma coisa?” Minha resposta é: “Um esparadrapo superpoderoso pra ver se consigo fazê-la ficar calada e quietinha!” Quando o enfermeiro perguntou: “A sra. está sentindo a perna? Ela respondeu levantando a perna bem alto. É mole?

Bom, depois de dar a grande e maravilhosa notícia, vou colocar algumas fotos, para vocês sentirem o clima da manhã de espera e da tarde de felicidade ao ver tão de perto a mão de Deus!


Cena mais do que comum…



Indo para o centro cirúrgico


Na entrada do Centro Cirurgico – UTI Cardio

"E eu vou me drogar?" (Era pra "se trocar")



Pós operatório

Nenhum comentário: