23.11.09

Ração humana

Não sei se alguém já ouviu falar, eu conheci semana passada. Comprei sem muita pesquisa, de alguém que passou vendendo no salão de beleza onde faço as unhas. Segundo estava no rótulo, é uma mistura de um monte de cereais (fibra de trigo, farelo de aveia, gergelim, linhaça, seilamaisoque), mais açúcar mascavo, gelatina em pó, levedo de cerveja, nem sei se tem mais alguma coisa. Tá, todos esses ingredientes aí são “bons” pra alguma coisa, e com a alimentação nada comportada que eu tenho normalmente (dendê, pimenta, gordura…) achei que era uma boa, pelo menos pra arrumar as coisas.

Mas quem vendeu falou que era pra perder peso! E disse que em um mês tinha “secado” nove Kg. NOVE. Hum. Então, mal não ia fazer, né? Então paguei derreal por um potinho de 250g, pra tomar 2 colheres de sopa num copo com água, ou leite, ou iogurte, ou como eu quisesse. Muito bom, só fazer isso e “secar”. [Tenho visto nas revistas de receitas e dietas que ficam no caixa do supermercado que está se usando agora esse termo, “secar”, em ver de “perder’ ou “emagrecer”. Modinha, modinha…]

Comecei a tomar ontem, tomei com água e achei horrível, mas com iogurte ficou até gostoso. Vamos ver no que dá. Massss… fui procurar no Pai Google pra conferir a receita… Ô terror! 1488 receitas diferentes, e a variação é enorme, no que diz respeito à proporção dos ingredientes. Coisa assim de em uma receita ser 500g de fibra de trigo e 500g de leite de soja desnatado, e em outra ser 500g e 125, respectivamente. Ai ai ai… como disse Rejane outro dia, a ignorância é uma bênção. Eu não deveria ter pesquisado nada. Tomava minha ração humana (nomezinho feio esse, viu?) e secava e pronto. Ou não.


**************

Já mandou seu conto pro Concurso Cultural que comemora os 4 anos do Deixo Ler?

As participações já começaram a chegar. Estou esperando a sua.

Mande até 4 contos ou microcontos e concorra a 4 livros "O conto em vinte e cinco baianos".

Confira as regras aqui.

Divulgue no seu blog e concorra em dobro. Já estão divulgando:

Patrícia Daltro, no A Vida sem manual

Marial Luiza Heine, no Ilhéus com amor

Vanessa no Fio de Ariadne

Cíntia no Palavras abraçadas

Nenhum comentário: