5.3.10

And the Oscar goes to…

Semana do Oscar, e Olhando a tabela dos indicados pela Academia percebi que assisti uma parcela tão pequena dos concorrentes, que nem sei o que dá pra comentar. Seguindo a sugestão da Lola, Fiz minhas escolhas para o bolão que ela faz todo ano na época do Oscar. Em negrito, na tabela, estão os filmes que assisti. [É claro que como assisti quase nada, minhas opções são em sua maioria belíssimos chutes.]

Categoria Indicados Minha opção
Melhor filme Amor sem Escalas
Avatar
Bastardos Inglórios

Distrito 9
Educação
Guerra ao Terror
Um Homem Sério
Preciosa
Um Sonho Possível
Up - Altas Aventuras
Bastardos Inglórios
Melhor diretor James Cameron - Avatar
Jason Reitman - Amor sem Escalas
Kathryn Bigelow - Guerra ao Terror
Lee Daniels - Preciosa
Quentin Tarantino - Bastardos Inglórios
Quentin Tarantino - Bastardos Inglórios
Melhor ator Colin Firth - A Single Man
George Clooney -Amor sem Escalas
Jeff Bridges - Coração Louco
Jeremy Renner - Guerra ao Terror
Morgan Freeman - Invictus
Morgan Freeman - Invictus
Melhor atriz Carey Mulligan - Educação
Gabourey Sibide - Preciosa
Hellen Mirren - The Last Station
Meryl Streep - Julie & Julia
Sandra Bullock - Um Sonho Possível
Gabourey Sibide - Preciosa
Ator coadjuvante Christopher Plummer - The Last Station
Christoph Waltz - Bastardos Inglórios
Matt Damon - Invictus
Stanley Tucci - Um Olhar do Paraíso
Woody Harrelson - The Messenger
Christoph Waltz - Bastardos Inglórios
Atriz coadjuvante Anna Kendrick - Amor sem Escalas
Maggie Gyllenhaal - Amor Louco
Mo'nique - Preciosa
Penélope Cruz - Nine
Vera Farmiga - Amor sem Escalas
Penélope Cruz - Nine
Roteiro original Bastardos Inglórios
Guerra ao Terror
Um Homem Sério
The Messenger
Up - Altas Aventuras
Up - Altas Aventuras
Roteiro adaptado Amor sem Escalas
Distrito 9
Educação
In the Loop
Preciosa
Preciosa
Fotografia Avatar
Bastardos Inglórios

A Fita Branca
Guerra ao Terror
Harry Potter e o Enigma do Príncipe
Avatar
Bastardos Inglórios
Direção de arte Avatar
O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus
Nine
Sherlock Holmes
The Young Victoria
Avatar
Figurino Bright Star
Coco Antes de Chanel
O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus
Nine
The Young Victoria
Coco Antes de Chanel
Montagem Avatar
Bastardos Inglórios

Distrito 9
Guerra ao Terror
Preciosa
Avatar
Maquiagem Il Divo
Star Trek
The Young Victoria
Il Divo
Edição de som Avatar
Bastardos Inglórios
Guerra ao Terror
Star Trek
Up - Altas Aventuras
Bastardos Inglórios
Mixagem de som Avatar
Bastardos Inglórios
Guerra ao Terror
Star Trek
Transformers - A Vingança dos Derrotados
Avatar
Efeitos visuais Avatar
Distrito 9
Star Trek
Avatar
Trilha sonora Avatar
O Fantástico Sr. Raposo
Guerra ao Terror
Sherlock Holmes
Up – Altas aventuras
O Fantástico Sr. Raposo
Canção original "Almost there” - A Princesa e o Sapo
“Down in New Orleans” - A Princesa e o Sapo
“Loin de Paname” - Paris 36
“Take it all” - Nine
“The weary kind” - Crazy Heart
“Down in New Orleans” - A Princesa e o Sapo
Animação Coraline
O Fantástico Sr. Raposo
A Princesa e o Sapo
O Segredo de Kells
Up - Altas Aventuras
Up - Altas Aventuras
Filme estrangeiro Ajami - Israel
A Fita Branca - Alemanha
O Profeta - França
O Segredo de seus Olhos - Argentina
A Teta Assustada - Peru
A Fita Branca – Alemanha

Mas nem era isso que eu queria falar. É que a Vanessa propôs um Post de Cinema, pra comentar sobre um dos filmes que ganhou o Oscar de Melhor Filme desde 1929. Achei o máximo ver a lista inteirinha, e contar quantos assisti e as lembranças que eles me trazem. Só não achei o máximo escrever sobre UM deles, como ela sugeriu.

Dos 81  filmes vencedores, assisti 29. Cerca de 35%, o que não é uma grande marca, mas é a minha marca, e me levou de volta a tempos e lugares que estavam escondidos na minha memória.

Dos vencedores, o mais antigo que vi foi  "...E o vento levou", de 1940. Eu assisti em 83, remasterizado e colorido por computador (eu acho), no Cine São Luis, em Recife. No mesmo ano, assisti Carruagens de Fogo (de 1982), me divertindo, por comparar a situação do protagonista (esqueci o nome e não quero procurar) com a minha chegada em Recife. Incrível como haviam tantas semelhanças...

Gandhi (83) me abriu os olhos para uma realidade até então desconhecida. O Poderoso Chefão (73) e O Poderoso Chefão II (75) só assisti muito depois, na TV. Assisti várias vezes, é claro. E, obviamente, na minha cabeça de DDA, misturo as histórias, (misturo inclusive com Os Intocáveis) e se me perguntarem de alguma cena eu faço de conta que lembro. (Rá!)

Rocky, um lutador (77) e Kramer vs Kramer (80) eu assisti no tempo certo, no Santa Clara, aqui em Ilhéus. Chorei nos dois.  E em Kramer, torci para que o casal ficasse junto, e não ficou. Torci também para que, separados,  menino ficasse com o pai. Não lembro com quem ele ficou...

De 84 a 88 eu morava na civilização (Recife) então assisti todos (Laços de Ternura, Amadeus, Entre Dois Amores, Platoon, O último Imperador), devo ter assistido a todos os indicados, pois cinema era programa de duas ou três vezes na semana. Acho que foi a fase da minha vida em que assisti mais filmes... tenho saudade. Minha cultura cinematográfica foi devidamente alimentada, com filmes bons e ruins, atuais e antigos. Eu era feliz... e sabia.

Depois de 88, voltei pra Capitania, tive dois bebês e não lembro de ter assistido um dos filmes vencedores do Oscar no cinema, até 1998, quando paguei por um lugar na fila para ver Titanic (98) no cinema do Shpping Boa Viagem em Recife, num domingo à tarde, logo após à estreia. Os dessa época vi em DVD ou na TV: Conduzindo Miss Daisy (90), O silêncio dos inocentes (92), A Lista de Schindler (94), Forrest Gump (95), Coração Valente (96) e O paciente inglês (97). Este último eu SEI que assisti, mas não lembro de ABSOLUTAMENTE NADA. Bléh.

Shakespeare apaixonado (99) e Beleza Americana (2000) também só assisti muito tempo depois. Não gostei de nenhum dos dois.

De 2001 a 2005  - menos 2004 -assisti todos no cinema, certamente com alguns meses de atraso: Gladiador (2001), Uma mente brilhante (2002) - três vezes no cinema e outras tantas em DVD, Chicago (2003) - está na lista dos melhores de todos os tempos- e Menina de Ouro (2005), que não gostei nem do final nem do filme em si, apesar de adorar Clint Eastwood como ator e diretor.

Adorei O Infiltrados (2007), que assisti no DVD piratão antes de chegar no cinema daqui e odiei Onde os fracos não têm vez (2008), até fiz uma resenha aqui no blog.

Quem quer ser um milionário (2009) eu amei. Pela história, pela atuação, pelo final, e por muito mais.

Para 2010 estou torcendo por Bastardos Inglórios, apesar de achar que Avatar vai levar.  E vocês???

[Vanessa, sei que o post não era pra ser assim, mas... fazer o que?]

Nenhum comentário: