9.4.11

João e Maria

Ela saiu de casa primeiro, ele saiu depois. O faz-de-conta meio que terminou, mas sempre volta nos meus sonhos, já que a noite que não tem mais fim não é cheia de pesadelos.

Eu continuo a me perguntar “o que é que a vida vai fazer de mim”, dela, dele…

O aniversário dela é dia 15, e também é meu. Meu “aniversário de ser mãe”. E já que ela já começou a comemorar hoje, na praia de Pipa, eu também comemoro aqui meu amor por ela, num dia cinza e molhado, ouvindo meu amor (Chico) ser cantado na voz de meu amor (Kiko), abraçadinha com meu amor (Cau).

Um comentário:

Tucha disse...

É minha amiga, eles crescem, somem no mundo e a gente fica meio "orfã" de filhos. Mas quem sabe chegam os netos e possamos ter outra vez a casa cheia de alegria...