5.7.11

Não-post

Nem sei mais há quanto tempo quero escrever decentemente e não consigo. Mas não é só isso. Não consigo também LER os blogs dos amigos. Nem nos links dos tweets eu clico.

Poderia dizer que é falta de tempo, muita coisa pra fazer, muito cansaço… mas não. Tô down, sem graça, sem ânimo… mesmo tendo que enfrentar eventos e compromissos – e enfrentando – não me sinto “vivendo”, sacomé? Tá, não precisa saber, não.

Motivo pra estar assim? Tem, sim. Se são maiores do que os que eu tenho pra ficar bem? Acho que não. Mas quem controla as emoções? Eu não tenho tido esse poder.

Mamis doente, chateações com quem já devia estar morto mas não está, pressão interna pra conseguir um “emprego fixo”, preocupações várias com os babies, crises de enxaqueca voltando, cansaço físico real… pode até parecer pouco pra uma pessoa normal, mas pra mim é pesado.

Nesses últimos dias tenho sentido falta de VIVER de verdade, e acho que minha inerte “vida virtual” de blogueira, twitteira, gtalkeira  me deixa essa sensação. O dia passa, eu fiz um monte de coisa, mas sinto como se não tivesse feito nada.

E tudo isso escrito aqui nem sei se vale a pena ser lido, mas vale ser escrito. É mais um post-vômito daqueles que aparecem de vez em quando.  Alguém aí se tem um desinfetante poderoso mas sem cheiro muito forte, que eu tenho alergia?

4 comentários:

Tucha disse...

Menina, comento com um verso de nosso querido Chico... tem dias que a gente se sente como quem partiu ou morreu, mas eis que chegar roda vida e......
Dias melhores virão. Tb tô jururu... desanimadinha que só.

Alcy disse...

Welcome to the club... :I

Bel disse...

Gatas, deve ser a lua... ou então nossa dose de serotonina está baixa...
Thanks por me fazer sentir que não estou sozinha nessa.

Beijos!

Carla Ceres disse...

Bel, você exige demais de si mesma. Pega leve, menina! Você devia se orgulhar por conseguir fazer tudo o que faz em meio a tantas atribulações. Beijos!