4.10.12

Dando sinal de vida – e de vitória!

Não precisa ninguém me cobrar, eu sei que tenho que escrever sobre a viagem – mas já adianto que estou corridíssima, com trocentas provas, resenhas e portifólios pra corrigir, e um post decente vai ficando pra depois. Mas o que aconteceu hoje não podia deixar de ser registrado aqui.

Passados 17 meses e 7 dias da minha defesa da dissertação do Mestrado, finalmente HOJE tenho em mãos meu diploma!!! \o/ \o/ \o/

Diploma 019 c

Não foi nada glamouroso, foi só ir na SEDOC, assinar o livro de protocolo e trazer pra casa essa coisinha linda que me fez penar por exatos 24 meses para que eu tivesse direito a ser MESTRE EM CULTURA E TURISMO.  (No diploma tem “Mestra”, mas eu acho tão feio mestra quanto presidenta, então, prefiro mesmo ser Mestre!)

Não foi gloamouroso, mas foi intimamente especial. Meu coração disparava, e fiquei com medo de dar um piripaque, que nem a Hebe… Exigi que Marido estivesse comigo nesse momento, inda que simples, mas importantíssimo. Afinal de contas, se me inscrevi na seleção, se enfrentei todas as barras e se consegui chegar até o final, a maior parcela de mérito é dele, ao me apoiar, incentivar e mesmo me colocar no colo nas horas em que precisei. Obrigada por estar comigo esse tempo todo, e também agora, Amor!

Diploma 011 c

Se alguém perguntar o motivo de toda essa demora (quase um ano e meio), respondo: falta de organização da burocracia da UESC, pois fiz TUDO o que precisava ser feito, e primeiro meus documentos saíram com o nome errado (o de antes de casar), mesmo eu tendo protocolado a alteração de nome mais de dois meses antes. Depois, até todo mundo assinar de novo a ata de defesa e a folha de rosto, mudou a secretária, e os tais documentos recém-assinados evaporaram. Começar tudo de novo… e depois falta a Ficha Catalográfica, responsabilidade da Biblioteca. Cadê? Nunca que chegava. Depois de muita pressão pessoalmente, por telefone, e-mail e até nas redes sociais, o diploma foi assinado e hoje está comigo!!!

Interessante é que justo no dia em que o recebo, encontro no evento lá na UESC uma das pessoas que mais me ajudaram a conseguí-lo: Moema, professora, “parente” e sobretudo AMIGA, que fez parte da minha banca de defesa e atuou como co-orientadora informalmente mas que merecia ter o nome registrado nas situações de direito (entenda-se: Currículo Lattes). Abraçá-la e comemorar junto essa vitória foi um plus a mais na alegria de hoje!

Diploma 039 c

Pra fechar as comemorações, hoje teve o “Bem Vinda, Bel” (já que na véspera da viagem teve o “Boa Viagem, Bel”), e almoçamos juntas Dinah, Mirian, Flávia e eu, mas a alegria era tanta que não tiramos uma foto, sequer. Ops, tirei uma, de Mirian trocando o botijão de gás, que acabou bem na hora de finalizar o almoço!

Diploma 044

Enfim, estou feliz demais hoje… ah, não é só hoje! Estou feliz demais. Ponto. E pronta pra enfrentar a vida real depois de 15 dias de sonho… Mas comecei bem, não foi?

Nenhum comentário: