16.12.12

Cadê a América???

Saber que estive na Espanha, responsável pelo “achamento” da América, foi algo que me emocionou, desde a primeira vez que estive em Barcelona, e o Monumento a Colombo foi a referência para encontrar as Ramblas, vindo do Porto, e de lá encontrar o albergue. (A tensão foi tanta, em 2010, que não tirei fotos da praça. Lá, tentaram roubar a mala das mãos de Marido…)

Mas desta vez, passamos várias vezes na plaza onde está o monumento a Colón (catalão na veia…),

Barcelona 23-09-2012 195 c (de longe, vista da Rambla)

e posamos de turistas, até subindo no leão.

DSC04811     Barcelona 23-09-2012 237 c

De frente, visto do barco La Golondrina (passeio estranho, feito somente por dentro do cais… não deu pra ver nada, nem o mar de verdade, não recomendo!!! – vai ganhar post exclusivo.)

2012-09-27 15.26.16

     2012-09-27 15.26.24 c

Tá, uma estátua é uma estátua, é uma estátua, é uma estátua. O que tem de mais??? Fora a altura, o tamanho, e o significado… ela inspirou outra estátua!  Olha que igual:

Eu gosto de prestigiar artistas de rua. Pago, sem dó, por quem alimenta meu espírito ou meu riso. Nas Ramblas, em Barcelona, tinha um monte de estátuas vivas, mas essa, de Colombo, me ganhou de cara. Encostei, para perguntar, já entrando no espírito da coisa, ¿Dónde está la América? e ele apontou para a latinha [onde coloquei 2 euros].

Aí começou minha confusão: Ele me mandou olhar pra um lado…

E apontou!

Mas era o lado contrário ao mar!!! Fiquei confusa.

E perguntei: Não seria PRA LÁ??? Afinal de contas, o Atlântico divide a Europa e a América, Colombo viajou pelo mar… por que cargas d’água o Colombo estava me apontando pro lado contrário ao mar???

   

Depois de alguns instantes, caiu a ficha: Aquele mar, era o Mar Mediterrâneo, não o Atlântico!!! Dãaaaa!!!

    

Desculpaí, seu Colombo! Eu sou desorientada, e deveria confiar na palavra de quem fez o caminho pela primeira vez, né?

Fotos: Aline Silveira.

Nenhum comentário: