27.6.13

Parafraseando

-Anteontem recebi boas notícias, fiz mercado,  andei muito de havaianas e meus pés não doeram, almocei e jantei camarão,  vi uma "corrida" de kart pela primeira vez na vida, tirei um monte de fotos, enxaquequei, comprei um trequinho com meu nome, vi minhas fotos na programação da TVE-Bahia, desejei conversar mas não consegui, desejei chorar mas não chorei, fui abençoada, abençoei, enfim, vivi.


Ontem eu fiz turismo, almocei gostoso, tirei um monte de fotos, continuei enxaquecada, desanimei, desesperei, desabafei, me senti só, me senti amada, andei de salto alto até cansar, peguei uma lotação pela primeira vez na vida, gastei mais do que pretendia, chorei de novo, me arrependi de algumas coisas, li (reli) um livro inteiro na livraria do shopping (Alice no País do Espelho), fiz pipoca e comi sozinha, desejei coisas que não pude realizar, me decepcionei,  me preocupei, enfim, vivi.



Hoje acordei cedo sem necessidade, continuei enxaquecada, lavei banheiro, limpei casa, lavei roupa na mão, despreocupei, terminei um puzzle de 550 peças, estou com dor de barriga (sensação  de que vou ter diarréia), não sei ainda o que vou almoçar, mas sei que vou jantar fora, comemorando meu aniversário de ser mãe pela segunda vez, enfim, estou vivendo.





Quem sabe um dia todas as peças do meu quebra-cabeças encaixem, né?


[Ontem a Intense publicou um post que me deu vontade de parafrasear. Mas estava muuuuito cansada e com dor de cabeça, acabou que não fiz na hora, então a paráfrase saiu alterada, em três tempos. O post-inspiração, com link exposto, porque nao consigo inserir links postando no iPad, desta vez com o App Blogger: http://excessointenso.blogspot.com.br/2013/06/hoje-eu-tou-viva.html ]