3.8.13

Dos contatos virtuais

Acabei de ler um artigo no Papo de Homem (que não necessariamente é para homens), que questiona se podemos voltar a falar com desconhecidos na internet. Nele, há todo um saudosismo do tempo do mIRC, do chat do UOL, e mesmo do Orkut, comparando ao desespero por privacidade numa rede social como o Facebook.  É um artigo interessante, e recomendo a leitura, bem como a dos comentários, que são coerentes e terminam até sendo mais enriquecedores que o próprio artigo.

O caso é que minha experiência difere bastante dos relatos de todo mundo por lá. Nunca usei mIRC. E nem o chat do UOL. E uso a internet desde 1990. Me julguem. O fato é que eu tinha filhos pequenos, e tinha medo mesmo de conhecer estranhos. Até que criei um blog…

O blogworld se revelou a mim como uma excelente fonte de novas amizades, exatamente porque nos blogs das décadas de 90-2000 presumia que as pessoas que gastavam tempo escrevendo coisas mais densas, não iriam se prestar a perfis fakes. Além de você ter acesso às opiniões da pessoa no seu próprio blog e nos comentários em outros blogs. 

Pode ter sido um pensamento ingênuo, mas contabilizei recentemente, com Marido (que comecei a namorar indiretamente por conta do blog, apesar de morarmos na mesma cidade e já nos conhecermos há tempos, lembram?), que já passa de 30 o número de blogueiros com quem já me encontrei pessoalmente, pelo Brasil e até no exterior.

Este ano, quando fui a Londres e fiquei hospedada na casa do Ernani e da Ju. Assim como já recebi em minha casa (em 2006) a Jady e a Karine (hoje sem blog). Convém dizer que a partir dos blogs, evoluíamos para orkut, e-mail, msn, sms, telefonemas e o encontro ao vivo. Mas também as coisas podem andar rápido, como foi com a Bah, que tinha acabado de conhecer, e nessa citada viagem a Londres, nos encontramos, passeamos por um dia inteiro, e foi uma delícia.

 

Com a Bah, em Southbank

DSC01165 

Ju e Ernani comendo chocolate que levei de Ilhéus pra eles

IMG_0982

Com Jady (seis anos depois do primeiro encontro) e Vitória, uma amiga “indireta”, que lia meu blog pelo blog da Jady

Ana-Bel-Anabel-Abel

Encontro lindo com uma coincidência bizarra de nomes: Abel-Anabel-Ana-Bel em Sampa.

IMG_1295

Mirian e Miliane, que conheci primeiro via twitter, pra depois saber que morávamos na mesma cidade (quase, porque Miliane mora em Itabuna).

 

  

Com Lile e Leo, em Ouro Preto, fazendo graça na frente do cemitério!

NUNCA me decepcionei. Todos os blogueiros com quem encontrei eram “iguaizinhos à foto”, como ouvi da Amanda (também hoje sem blog), quando me viu pela primeira vez, no Rio, em 2006

E o que mais difere, entre a minha experiência e a dos demais comentaristas do PdH, é que AINDA HOJE continuo fazendo novas amizades via blog. Há duas semanas, numa ida a Sampa para fotografar o casamento da Karina, conheci pessoalmente a Ursula e a Carla Ceres. Uma me convidou a almoçar na sua casa, e outra saiu de Piracicaba para me encontrar em Campinas. 

Carla Ceres 2    Carla Ceres

Carla, Leroy e a corujinha Bonança Bonelli, vinda de Londres pra ela ( na foto, ainda os queridos Darlete e Sérgio, amigos de quando eu era criança, e reencontrados via facebook depois de mais de 30 anos)

ÚrsulaIsa 

Com Úrsula e a linda filha dela, a Isa.

Isto posto, creio que pode-se parar de chorar o leite derramado com o fim do mIRC/Orkut/afins e buscar as novas possibilidades. Como os blogs.

10 comentários:

Júuh . disse...

Eu só acho que você deveria voltar à Bahia e ficar hospedada em minha casa! Ia ser tããão le gal te ter aquiii! Haha

Enfim, acho bem legal essa coisa de amizade virtual se tornar real. Se pudesse visitaria todas vocês. Quem sabe um dia, né? Até hoje só conheci pessoalmente uma amiga amiga blogueira. Ela veio do RJ passar o natal comigo. Foi uma delícia!

Adorei o post Bel! Vem me ver veeem! :)
Beijo lindoca :*

Carla Ceres disse...

Adorei a inclusão da Bonança Bonelli na legenda, Bel. Ela faz parte da família. :) Ainda não li o artigo no Papo de Homem, mas acho que minha opinião vai continuar parecida com a sua porque também só tive experiências pra lá de positivas com os amigos virtuais que encontrei pessoalmente. Tá certo que, por enquanto, foram só três. Beijos!

Aline Monteiro disse...

Amei o texto, Bel!
Será que é mesmo sorte conhecer gente que é igual à fotografia?
Mas tô me sentindo excluída... Cadê a sua viagem inesquecível pra Ouro Preto? Ou eu não sou igual?
Bjooooo!

Bel disse...

Editando o post em 3, 2, 1...

Bah disse...

Coisa linda! E realmente, nosso encontro foi muito rápido, mas muito legal. Adorei o dia que passamos juntas, apesar do friozinho rs... Mas foi com vc que eu andei de ônibus de dois andares pela primeira vez!

Kisu!

Bel disse...

E andamos no segundo andar do ônibus!!! hehehehe
(Precisamos voltar no Museu de História Natural pra ver os dinossauros...)

Neanderthal disse...

Eu falo com as pessoas na internet como falo pela rua. A net só facilitou o acesso àqueles que estão distante, que de outra forma, jamais teria algum contato. Gosto disso!
Bel, nós vamos nos conhecer hein! Anota isso! Beijos

Bel disse...

Anotadíssimo!!! Eu tinha planejado ir ao Rio em setembro, mas muita coisa mudou por aqui... :(

Bel disse...

Juuh, Juuhazeiro é um tantinho contra-mão pra quem mora em Ilhéus... mas a gente nunca sabe o que o futuro nos reserva! Quero fotografar seu casamentoooo!!!

Bel disse...

Foram "só" três, mas vá incluindo na sua programação conhecer Marido Carlos Mascarenhas!!!