15.8.13

É pra dar raiva ou ignorar?

Eu pensei que essa fase já havia passado, o que, pelo menos meu blog tão meu, tão sem graça, estava imune a isso. Mas olha o comentário que chegou há pouco:

É feio, é tosco, é nojento. Mas acontece. E se fosse somente no meu... Tá, eu daria o benefício da dúvida. Mas só entre as blogueiras conhecidas no FB foram sete, em questão de meia hora. Um comentário genérico, na base do ctrl+c ctrl+v sugerindo troca de links para gerar tráfego no blog... É de doer. 
Pior é que eu fui ver o tal blog da criatura. E qual não foi o meu espanto ao ver que em cada postagem ~tosca~ tinha cerca de 30 comentários "agradecendo o carinho" e jurando amor eterno.
AH, PÁRA. A errada sou eu! Ela tem publico que ama ver o esmalte de oncinha e as baboseiras  mal escritas para as "primas".  
O jeito é respirar fundo e clicar em "Marcar como spam". Nem vale a pena dizer nada a ela, porque  a pessoa não  vai entender. 

8 comentários:

Tucha disse...

Relaxe, deve ser uma "adolescente" ou jovem querendo fazer sucesso na blosfera, afinal algumas blogeiras viram celebridades. Enfim, querendo audiência e a estratégia foi "passear" e deixar "comentários' espalhados por ai.

Bah disse...

Eu entrei no blog dela, pq sempre retribuo a visita que fazem no meu, mas não tem nada a ver comigo. Não acho errado ela postar as coisas que ela gosta, mas pedir seguidores acho sem noção. Aliás, nunca entendi essa de ter seguidores. Se vc segue alguém ela só aparece no feed qdo vc atualiza o post, estar ali é apenas números e com o advento do Bloglovin (AMO ISSO!) ter seguidores ficou sem sentido pq ng sabe quem vc segue se não tiver a conta lá rs.

Kisu!

Carla Ceres disse...

Oi, Bel! Já segui muita gente que veio com essa conversa. Hoje não sigo mais. Chega de perder tempo com quem não produz conteúdo próprio nem entende o que escrevo. Beijos!

Bel disse...

Pior é que nem é adolescente... é "maucaratice" mesmo! Ou burrice, sei lá! O que faz alguém querer taaaaannnnto ser seguida???

Bel disse...

Você é delicada, Bah, mas eu sou logo estúpida! huahuahuahua
Mas sabe que eu não me dei com o Blolovin??? Nem com o Feedly... Ainda estou orfã!!!

Neanderthal disse...

Oi Maribel, eu também acho um pouco de cara-de-pau a pessoa chegar no blog dos outros, não lê o que escrevemos, não comenta nada a respeito e ainda pede visita. Não faço questão nem do comentário. Deleto! Mas não tenho mais ânimo de chegar na pessoa e dizer o quanto isso é chato. Tem muitos outros blogs que merecem minha atenção e energia. E o tempo é tão curto hoje em dia...

Unknown disse...

Duas hipóteses de trabalho: trata-se de um autômato com uma programação expressiva deveras limitada ou de alguém sofrendo de neurose da operadora de telemarketing.
Mas não deixa de ser engraçado.
Para confirmar ou refutar as hipóteses, farei agora uma breve visita para conhecer as coisas da Lu - com todo respeito - e depois eu volto...
...Voltei.
Belinha, até onde vi, as coisas da Lu são o seguinte: olhos pretão; unhas desta semana: amarelo e cheio de folhinhas (mas não é oncinha); saladinha ultra láiti; termogênicos e pomada cicatricure.
Fofoquinha: na parede do quartinho, logo acima da cabeceira da caminha, tem umas coisas redondas e esquisitas - acho que inspiradas numa das aberturas do antiquíssimo seriado ALÉM DA IMAGINAÇÃO.
Não deu pra ver direito, mas se procurar bem na cozinha “vitage” (aqui ela, faminta de muitos regimes, engoliu o “n”) deve ter até pinguim em cima da geladeira. Se a casa tiver jardim, certamente tem anãozinho.
Numa palavra: lindooo..., digo, kitschérrimo!
Ia me esquecendo... Sabe quem eu encontrei por lá? Nem te conto... Imagina só: a Anne Hathaway. Muito magrinha a pobrezinha. Só você vendo.
...
RELATÓRIO PRELIMINAR DA PESQUISA BLOGOPSICOANTROPOLÓGICA.
Não é um autômato. Mas tem lá seus problemas – de resto, como todo mundo.
É tão voltada para si que nem percebe os outros – estes lhe servem tão-somente de plateia e só existem enquanto confirmam as leis do universo Lu. Decerto acha feio tudo que não é espelho.
Para Luciana Shirley o kitsch não é apenas uma visão estética do mundo, mas um modo de ser.
(Aqui é que a coisa pega...)
Não se pode descartar alguma forma de neurose - de resto, como todo mundo.
É feliz?
Não sei.
Se for, que descanse em paz no seu mundinho blogosférico.

Bel disse...

Adorei toda a análise. eu não passei das unhas amarelas de bolinhas e da salada (eca!). Parabéns!!!
Sua formação em psicologia tem seu valor!!!
Só digo uma coisa: eu não digo é nada. e ainda digo mais: Só digo isso.