6.1.15

Dè já vu…

Não é novidade pra ninguém que eu gosto de reler meu blog aleatoreamente. Mas às vezes leio seguidamente, escolhendo um mês porque quis me lembrar de algo que aconteceu num tempo específico, ou simplesmente voltando às “postagens anteriores”.
Hoje fui voltando, e fiquei relativamente triste com o que li.
1. Pouquíssimos posts em 2014, coisa de não passar dos dedos (incluindo os das mãos e dos pés).
2. Apesar de alguns posts “celebrativos”, a maioria foi de queixas. (Mas isso éaté compreensível, dado ao que Saramago disse sobre a felicidade e a história…)
3. O post de final de 2013 pra início de 2014 está muito, muito, muito parecido com meu sentimento de agora. O que me trouxe uma sensação de dè já vu, ou de replay da situeichan.
Tipo assim:
Então, até onde me lembro, 2013 foi um ano bom até junho. De julho pra frente, transformou-se num bad year, tal como Dr Jekyll and Mr Hyde. Não dá pra esquecer as viagens, os encontros com os filhos, as pessoas queridas que encontrei neste ano – tanto aqui em casa como pelo mundo a fora. Não, não renego 2013. Mas juro que espero mais de 2014.
Quero entrar no novo ano com um fôlego novo para trabalhar. O estúdio está quase pronto, diminuí a carga horária na faculdade e vou investir nos cursos livres de fotografia.
Tinha planos para uma ação drástica de emagrecimento (aka plástica abdominal), mas a tosse que ainda não me abandonou completamente está sendo um sinal de que não vai rolar, pelo menos, não agora. Então, o emagrecimento vai continuar a ser um projeto de longo prazo, só Deus sabe a custa de quê.
Tenho pensado muito em muitas coisas… mas estou meio  “eu tenho pressa e tanta coisa me interessa, mas nada tanto assim…” e termino me perdendo em tantos pensamentos e tão pouca ação. Que em 2014 eu pense menos e aja mais.


Adiante um ano, e continua tudo igual. Não diminuí a carga na universidade, não investi nos cursos livres de fotografia, não engrenei no studio… continuei pensando muito e fazendo pouco.
Não fiz listinha de resoluções pra 2015 mas acho que estou errada. Preciso registrar meus objetivos, pra ter a alegria de vê-los cumpridos (ou não). Então, lá vai, assim, sem pensar muito, porque, né?
  • Menos Facebook e mais Blog. (Já comecei! \o/ )
  • Dois cursos básicos de fotografia  e mais dois avançados, por semestre. Um já tá indo!
  • Pilates sem falhar. De preferência, indo e vindo de bike. (Começo em fevereiro, depois que acabarem as aulas à tarde)
  • Perder a preguiça/vergonha/medo e realizar o sonho de fazer stand up na Baía do Pontal. (Sabe aquela piada de “hoje já passei na porta da academia??? Então… Já olhei pra uma prancha, e já sentei nela na beiradinha da praia!) Checked!!!
DSC01009 DSC01012 DSC01015
  • Celebrar meus 50 anos do jeitinho que EU imaginei!
  • Publicar dois artigos científicos por semestre.
  • Ler um livro por mês, fora das obrigações profissionais.
  • Guardar algum dinheiro. (Já comecei: um título de capitalização de 100,00 mensais).

3 comentários:

Aline Monteiro Homssi disse...

Mais blog e menos facebook. Aline curtiu isso!
:-)
Um 2015 cheio de coisas boas!
Bjo

Anônimo disse...

“Menos Facebook e mais Blog. (Já comecei! \o/ )”
Feissibúqui?...
...Ouço falar. Diz que lá tem todo mundo.
...Multidões me incomodam.
...
“Quatro cursos básicos de fotografia e mais dois avançados, por semestre.”
Já vejo EagleBell fazendo curso de fotografia aérea.
...
“Pilates sem falhar. De preferência, indo e vindo de bike. (Começo em fevereiro, depois que acabarem as aulas à tarde)”
Pago pra ver...
...
“Perder a preguiça/vergonha/medo e realizar o sonho de fazer stand up na Baía do Pontal. (Sabe aquela piada de “hoje já passei na porta da academia??? Então… Já olhei pra uma prancha, e já sentei nela na beiradinha da praia!)”
Stand up na beira da praia?
Que diabos seria isso?
Que eu sei, stand up é um(a) cara em pé tentando fazer os outros rirem.
Anabel na Praia do Pontal, contando historinhas engraçadas?
...
“Celebrar meus 50 anos do jeitinho que EU imaginei!”
Anabel chegando a MEIO SÉCULO...
...
“Publicar dois artigos científicos por semestre.”
Haja objeto pra tanto artigo.
...
“Ler um livro por mês, fora das obrigações profissionais.”
Em termos quantitativos, conta o número de páginas e não a quantidade de livros.
...
“Guardar algum dinheiro. (Já comecei: um título de capitalização de 100,00 mensais).”
Já dizia John Maynard Keynes que a poupança é função da renda.
Ou seja, Anabel tem dinheiro sobrando.
Quanto a mim, eterno sub-prime, é mais fácil ganhar na mega-sena do que poupar algum.

Carla Ceres disse...

Ai, que medo! O que é stand up, Bel? O que você está planejando fazer que inclui uma prancha? Depois da corda-bamba, não duvido de mais nada. Beijos e juízo! :)