28.5.15

E a montanha russa ataca novamente

Final de semana passado teve Curso Básico de Foto, e foi lindo! Peeeeense numa turma boa, num momento bom de aprendizado mútuo? Pois foi ainda melhor! Nem o céu cor de chumbo e a chuva fina que caiu perturbaram nossa paz e nossa experiência!

Tanto, que postei assim, no facebook/instagram:



Encerrando as atividades da 16a turma do Curso Basico de Fotografia e naquela pegada: Morta de cansada mas com felicidade exalando pelos poros. Uma turma linda, com gente linda (alguns sabiam que eram, outros descobriram), um tempo de aprendizado mútuo e a certeza de que essas amizades não foram feitas pra durar um final de semana!
Obrigada, gente! #cursodefoto #turma16 #amomeutrabalho

Coisa de meia hora depois, um telefonema, notícia triste, desconsolo… esquecer meu cansaço e cuidar das dores dos que me são caros. O domingo terminou com meu coração em frangalhos. Daquele jeito: queria fazer alguma coisa mas não posso fazer nada; queria dar colo e quero colo; sofro com o sofrimento de quem eu amo e não estou perto pra dar nem um abraço…

Os dias passam e o vai e vem da gangorra (ou a subida e descida do carrinho da montanha russa) continuam.

Vontade de desistir alternando com novos planos, meus problemas versus os problemas dos outros, cansaço mortal e empolgação total... Estou desconfiando seriamente que tenho algo no estilo de transtorno bipolar.

Tá, relaxem, isso é draminha da minha parte. Já fui no psiquiatra e não sou bipolar (aliás, segundo ele, quem é, nem desconfia).  Mas que estou cansada desse vai-e-vem, estou. Queria tannnnnto que já chegasse julho pra eu me jogar no mundo com Marido e esquecer que existe prova e TCC pra corrigir, aula estruturada pra colocar no portal e 70Km pra rodar na estrada toda noite... Espero SINCERAMENTE que os ares exotéricos de Macchu Picchu me ajudem a preparar o espírito pra a segunda metade do ano (não aguento nem pronunciar a palavra "semestre", trauma de professora, entendedores entenderão).

Ainda bem que a diarista está aqui hoje, porque com a energia que estou, não rolava lavar um copo. :p

Agora chega de desabafo, e volta, Isaura, pro tronco, que o tempo não pára.


Um comentário:

Tâmara disse...

A sua notícia triste me pegou de surpresa! A conhecida de alguns eventos e sempre achei a cheia de vida e alegre. Parece ter aproveitado a vida!
Cá também ando com altos e baixos. Cansaço é meu nome é sobrenome e a carroça que estou carregando anda cada dia mais pesada.
Também não vejo a hora das férias. Vou para casa de mamãe mas te digo que hoje é a viagem dos sonhos. Casa limpa, comida pronta e alguém para passar o olho em Lulu para eu tirar um cochilo no meio da tarde.
E dia de diarista é sempre uma bênção!
Beijocas