30.5.15

Ventos de mudança.

Ontem passei um fim de tarde/noite tão gostoso com amigas queridas, que me bateu saudade IMENSA de muitas outras, algumas até que são somente virtuais...

Esses momentos gostosos me lembraram que eu preciso separar TEMPO PARA MIM, tempo para me dar a quem eu amo, para rir e tirar fotos sem foco, preocupada apenas em curtir o momento!


Adorei ler este texto da Letícia Flores Montalvão, no Obvious. Especialmente porque estou num momento de mudanças, momento esse que começou - ao revés do feminismo - quando me envolvi com a ‪#‎MaryKay‬.

Quando a vibe da vez é "sem filtro, sem make", eu, aos 50 anos, resolvi cuidar da pele e me maquiar. E cuidar da pele e maquiar outras mulheres.


Mexer com minha zona de conforto, querendo me ver mais bonita PRA MIM, dedicar um tempo (que não sei onde vou arranjar) pra cuidar do exterior, eu que sempre fui das que só valorizava o interior. 


Se deixei de ser feminista ou se estou subjugando as mulheres à ditadura da beleza??? DE JEITO NENHUM!!! Continuo na luta mais do que nunca. Só que a AUTOESTIMA é uma arma poderosíssima, e conversar com o espelho gastando tempo com minha imagem tem me feito muito bem.


EU sou a mulher da minha vida!!!


"Honre-se. Você não nasceu mulher à toa. Você não lutou até agora para se esconder atrás de seus próprios preconceitos. Seja a mulher da sua vida, mas não o seja pra conquistar macho ou apaixonar fêmea. Seja e pronto. E ponto."


Deus está soprando um novo vento em meus cabelos, novas palavras em meus ouvidos... o Universo está conspirando MUDANÇAS!!!

Vamos a elas!!!

3 comentários:

Anônimo disse...

"Honre-se. Você não nasceu mulher à toa. Você não lutou até agora para se esconder atrás de seus próprios preconceitos. Seja a mulher da sua vida, mas não o seja pra conquistar macho ou apaixonar fêmea. Seja e pronto. E ponto."
Aí aparece Don Draper, enfastiado de seu longo refúgio zen na Califórnia, lê a postagem e diz: ”É exatamente isso que a Procter & Gamble está procurando para a linha Max Factor.”
(Don Draper é o personagem central da série MAD MEN – em minha opinião, a melhor já produzida. Assista.Tenho certeza de que você vai gostar.)
No mais, é a grande questão: O meu desejo é mesmo meu, ou é o desejo de outros?
Digamos, com pernóstica pretensão dialética, que é um pouco de cada coisa.
E viva-se com isso.
Ou, seguindo o conselho de Krishna para Arjuna: “Aja sempre, e, depois, se vê no que vai dar.”
...
“Deus está soprando um novo vento em meus cabelos, novas palavras em meus ouvidos... o Universo está conspirando MUDANÇAS!!!”
Gil já cantava: ” Toda menina baiana tem um santo que Deus dá”.
Daqui eu fico em dúvida... A postagem aponta pra Oxum. Mas esse vento nos cabelos é coisa de Iansã.
Jogo os búzios e estes solucionam o mistério: “Anabel é Oxum trançada com Iansã.”
Ou esqueçamos tudo isso e nos posicionemos numa outra perspectiva gilbertogiliana:
“Quem me vir dançar
Verá que quem dança é Shiva
Quem dança, quem dança é Shiva
Quem me vir já não me verá”

Brincadeirinha... ’Cê sabe muito bem que eu sou ateu.
Abração dominical e vai fundo – seja lá onde vai dar.

Mr. Lemos disse...

Passei aqui e na Inaie pra dizer que tenho saudades de ler vcs também no blog. Ainda bem que nos vemos em muitos outros lugares. Beijosss

Gisley Scott disse...

Que as mudanças continuem trazendo esses frutos de bem estar e renovo em sua vida! Como é bom sair da zona de conforto. Sucesso na Mary Kay!
Bjos!

Gisley Scott -Blog Querido Deus obg por me exportar