30.12.15

Retrospectiva 2015 - Parte 1

Eu tenho tanto pra lhe falar... e com palavras vou ter que dizer. Mas... tá difícil, porque foi muita coisa.

Começando com esse texto, recebido de minha irmã Nancy, que falou DEMAIS ao meu coração.
 "Quando 2015 começou, ele era todo seu. Foi colocado em suas mãos. Você podia fazer dele o que quisesse. Era como um livro em branco, e nele você podia colocar um poema, um pesadelo, uma oração, podia fazer o que vc quisesse. 

Podia... Hoje não pode mais; já não é seu. É um livro já escrito. Concluído.

Como um livro que tivesse sido escrito por você, ele um dia lhe será lido, com todos os detalhes, e você não poderá corrigi-lo. Estará fora de seu alcance. Portanto, antes que 2015 termine, reflita, tome seu velho livro e o folheie com cuidado. Deixe passar cada uma das páginas pelas mãos e pela consciência; faça o exercício de ler para você mesmo. Leia tudo... 

Aprecie aquelas páginas de sua vida em que você usou seu melhor estilo. E aquelas que você conheceu pessoas maravilhosas (ou, as que reencontrou) aquelas que você se divertiu fazendo o que mais gosta. 

Leia também as páginas que gostaria de nunca ter escrito. Não, não tente arrancá-las. Seria inútil. Já estão escritas. Mas você pode lê-las enquanto escreve o novo livro que será entregue. Assim, poderá repetir as boas coisas que escreveu, e evitar reescrever as ruins. 

Para escrever o seu novo livro, você contará novamente com o instrumento do livre arbítrio, e terá, para preencher, toda a imensa superfície do seu mundo. Se tiver vontade de beijar seu velho livro, beije-o. Se tiver vontade de chorar, chore sobre ele e, a seguir, coloque-o nas mãos do Criador. Não importa como esteja... 

Ainda que tenha páginas ruins, entregue e diga apenas duas palavras: Obrigado e Perdão!!!

 E, quando 2016 chegar, lhe será entregue outro livro, novo, limpo, branco e todo seu, no qual você irá escrever o que desejar... 

FELIZ LIVRO NOVO!!!!! FELIZ 2016!!!!!!!"

Então... passeando pelas páginas escritas, posso perceber algumas coisas. Vamos de bolinhas:



  • Esse foi um dos trabalhos que mais impactaram minha vida. Não só pela repercussão profissional, mas por ter me apresentado a esse grupo de mulheres tão diferentes e tão iguais. DIVAS no sentido mais puro da palavra, empoderadas e amigas, portadoras de corações imensos, onde cabemos todas, confortavelmente. Digo que fui apresentada a elas, porque aquelas que eu já conhecia (e amava) tomaram outra dimensão dentro de mim. Não são mais as amigas de antes. São as DIVAS. Somos um grupo, um time, uma família. E meu 2015 se finda muito melhor porque elas estão presentes em minha vida. Obrigada, Valesca Lino, por me permitir viver essa experiência!!! Obrigada, AMIGA-IRMàMalu Araujo, por ter sido o start de tudo isso. Que venham muitas outros!!!




(Vou publicar sem continuar... porque estamos viajando AGORA para Cumuruxatiba, e não terminei de escrever...) Mas continuo com minhas percepções latentes... que espero que aflorem ainda de hoje para amanhã. 

Que 2016 seja ainda melhor que 2015. Até lá!!!


Nenhum comentário: