21.7.16

A beleza de ser um eterno aprendiz.

21 de julho é o "Dia do Dançarino de Dança de Salão". Meu dia, portanto.



Já se vão três meses que entrei naquele salão, tímida e desconfiada, ao mesmo tempo com medo e cheia de coragem pra começar um novo momento na vida: aprender a dançar.

Hoje, dia 20, fizemos nossa comemoração antecipada, já que amanhã tem abertura do Festival do Chocolate com show de Djavan, e aí, né? Não dá pra competir.

Foi gostoso demais! Primeiro tivemos um tempo de aula, as duas turmas juntas, som o básico de "Swing Soltinho". Delicia pra dançar, mas um martírio pra aprender. Mas na vibe de "a vida é curta demais pra não rir dos nossos erros", curtimos bastante o 1, 2 / 1, 2, 3, que na contagem da professora era na velocidade Caymmi, mas quando a música entrava passava para Lewis Hamilton.

Depois passos novos de Bolero, frisando o cruzado duplo e aprendendo o "Cristo". Foi mais fácil que o Soltinho.



Pra finalizar a parte de aula, veio o Samba. Eita lelê!!! Coordenar os pés e ainda cuidar do molejo nos quadris e a leveza das mãos não foi fácil. Mas eu só lembrava de Caetano cantando: "o samba é pai do prazer, o samba é filho da dor... O samba não vai morrer, veja, o dia inda não raiou!..." Entendi perfeitamente: Mesmo sendo gerado por tristezas, fossas e dores de cotovelo, o fruto disso é uma música que faz a gente sentir PRAZER intenso, imenso, incontrolável. 

E o samba foi em roda... Mais uma vez na vibe vamos rir de nós mesmos, haja pisar rapidinho em 1,2,3 e ser feliz!!!

Acabou a aula e começou o baile. Com todos os ritmos, agora incluindo também o forró. Thanks God dessa vez não tinha desequilíbrio total entre homens e mulheres, e deu pra dançar bastante. Os coleguinhas adiantados e os professores me fazem dançar "como se eu soubesse", o que comprova a tese pública e sabida que quando o cavalheiro sabe conduzir, a dama não precisa ser grandes coisas. Desde que saiba seguir, lógico.

Pois foi na pegada de não parar, que se passaram três horas... E não sentei um segundo. Se não estava dançando oficialmente, estava dançando sozinha (ou comendo ~apagar~).

Cheguei em casa com as pernas moles, mas com os níveis de serotonina reabastecidos e agora é só esperar a hora do show de Djavan.

Boa noite... E boa sorte.

7 comentários:

Aline Monteiro disse...

Feliz Dia do Dançarino de Dança de Salão!
Tô gostando de ver você dançando por aí! <3

Anônimo disse...

Pronto!...
...Com mais um pouco já se credencia a um baile no Elite. Aí vai ser só no puladinho e no cruzado. (Mas, é claro, sem o traçado.)
Escuta só: https://www.youtube.com/watch?v=tOiPntyHnoE
Agora tenta dançar esta aqui:
https://www.youtube.com/watch?v=8xBEgK4DjIc
...
Sem quere ser chato: não seria Lewis?
Abração.

luiz paulo correia disse...

A dança nos faz levitar
amar
E prazeirosa
Gostosa
um bom exercício
tudo de bom
Como chocolate
Um bom bom
Premiado com o som

Tâmara disse...

Marido faz junto?

Bel disse...

Aoooonde???
Cada dia uma desculpa diferente. Mas eu continuo convidando... vai que um dia ele aceita???

Bel disse...

Você É chato.
Mas já editei. ��

Bel disse...

Lile, quando vier aqui você vai ver ao vivo!!!