13.11.16

Ainda a dança - Ballet Fitness

Continuando no tema da dança, e falando das minhas conquistas recentes, precisamos falar sobre o Ballet. 

Dizem que "toda menina quer ser bailarina". Nunca concordei muito com isso. Eu nunca havia desejado ser bailarina (de ballet, ballet clássico). Na adolescência, minha melhor amiga do colégio fazia Jazz, e eu tinha um desprezo enorme por esse tempo que ela passava "no jazz", e ficava impedida de fazer coisas com a galerinha, pois ela NUNCA faltava ao jazz. Eu nunca fui nem assistir a uma apresentação dela, mesmo sendo convidada várias vezes. Acho que, de fato, eu nem sabia o que é que ela fazia no tal "jazz".

Beeeeem depois, quando minha filha já tinha quatro ou cinco anos, uma das minhas alunas de piano nos deu ingressos para o Festival da Academia em que ela dançava ballet, jazz, sapateado e afins. Fomos assistir, e Line se encantou com o ballet, mas na época, o pai dela nem cogitou permitir que ela sequer pensasse em dançar. "Não é coisa que preste". Sim, amigos, isso foi na década de 90, não na de 20. 

Corta para 2016. 51, uma boa idade e muitas boas ideias e decisões. Além da dança de salão, descobri o Ballet Fitness. Explicando em poucas palavras e bom português: Atividade física onde se utiliza os movimentos do ballet clássico, com o objetivo de manter a forma, perder peso, aprimorar o alongamento...

Vi uma postagem de uma professora, convidando para uma aula experimental. Catei duas amigas, e fomos ver colé de meRmo

1a. aula

Adianto-lhes que fui fisgada no primeiro momento. Afinidade total com a professora, sentir o corpo responder (agora com mais facilidade, depois da dança de salão ter iniciado o processo de novas sinapses cerebrais), soltar as emoções e lavar a alma.

Nas duas primeiras aulas, ainda fui com "roupa de malhar" e meia de pilates. Quando tive certeza que iria mesmo assumir o compromisso, comprei collant, meia, sainha e sapatilha (de napa, sem ponta). Dessa atividade, sempre vou ter registro. A professora (de preto, à esquerda) faz uma foto com pose de ballet ao final de cada aula! ;)

2a. aula


Um mês depois, já estava de coque com redinha... 


Cada semana levo alguém a mais... Algumas vão outras vezes, outras só foram uma vez... mas eu estou firme e forte. Se tiver companhia, ótimo. Se não tiver, tô nem aí, já encontrei meu lugar!

Com Martinha

Com Marizete e Gracinha

E ainda rola um lanchinho depois... pode ser um Temaki ou uma Tapioca recheada, não temos preconceito, e o entorno da academia tem muitas opções!!!



Tem sido interessante comparar as fotos e ver que é uma turma bem flutuante, pois a academia oferece a aula de ballet fitness grátis para quem faz musculação e funcional. Aí elas vêm, não vem... (acho que somente eu faço só o ballet, sem as outras atividades.)



Foto da última aula, quinta passada.

Numa das aulas, Marizete levou Máira (a filha dela, que é formada em Ballet Clássico) pra assistir nossa aula e ela ficou com meu celular e fez várias fotos legais. Vou finalizar com essa série, começando pelo alongamento ("chama por Jesus...") depois pelos exercícios na barra, pelos passos na diagonal do salão e finalizando com a "dança libertadora em dupla" onde desconstruímos tudo o que fizemos até então.








Um comentário:

Anônimo disse...

“E ainda rola um lanchinho depois”
Aí é que mora o perigo.
Começa assim: um lanchinho; depois uma pizza de calabresa com 300 queijos (hipocritamente acompanhada de Coca light), e, por fim, uma buchada de bode.
Brincadeirinha.
Parece que agora vai...